Página Principal Revista EBS

5 tendências que devem transformar os eventos em 2018

mercado de eventos
Jannoon028/Freepik.com
Conheça as principais apostas do setor de eventos, que deve apresentar novidades tecnológicas para incrementar experiência dos participantes

O ano de 2018 promete trazer muitas novidades para o mercado de eventos – especialmente as  relacionadas à tecnologia. A palavra chave que podemos ressaltar é “experiência”, objetivo principal do setor e responsável por engajar e encantar os participantes. Confira as cinco apostas da área que devem transformar os eventos:

Inteligência Artificial:

Coração da revolução digital desde 2010, a inteligência artificial está entre os principais temas do novo século. A integração da IA em eventos pode simplificar a logística e criar conexões de rede com base em interesses comuns entre os convidados. A tecnologia também pode ser aplicada em todos os processos de realização de diferentes cerimônias, englobando o antes, durante e pós evento.

Chatbots:

Ligados diretamente à inteligência artificial, os chatbots já são muito utilizados por diversas empresas – oferecendo um atendimento personalizado e com agilidade aos seus clientes. Com o aprendizado de máquinas, os bots são capazes de conversar com usuários humanos de uma forma natural, sendo utilizados especialmente para responder perguntas frequentes, como a direção do local onde há uma conferência. Além do impacto positivo que a interação causa nos participantes, a tecnologia economiza tempo da equipe responsável por gerir o evento.

Realidade Virtual:

Embora não seja efetivamente uma novidade, a realidade virtual continua em expansão e deve ganhar um espaço cada vez maior nos eventos. Uma das grandes novidades para a área foi apresentada em 11 de outubro de 2017, por Mark Zuckerberg. O criador do Facebook anunciou o lançamento dos Oculus, plataforma social em realidade virtual que permite que os eventos ao vivo sejam vistos com LiveNation e TicketMaster, além de um fone de ouvido de realidade virtual Oculus Rift. O aparelho  possibilita uma imersão além da convencional e melhora a experiência dos participantes.

Realidade Aumentada:

Esse tópico está diretamente ligado à parte da experiência do evento. Com a realidade aumentada, somos capazes de transformar elementos 3D de uma forma tangível com o auxílio de dispositivos (como óculos e smartphone). É uma tecnologia que agrada muito aos participantes e permite com que eles tenham uma experiência única.

Transmissões ao vivo:

Essa tendência vem de 2017 e promete continuar forte e em constante crescimento, principalmente no mercado de eventos. Diversas ferramentas, como Youtube e Periscope, permitem que as pessoas aproveitem a experiência de eventos à distância. A desmaterialização é uma prioridade para a indústria de eventos e tornou-se algo indispensável para envolver o público-alvo, independentemente de onde estiverem.

Traduções simultâneas:

Muitos eventos  contam com palestrantes internacionais, mas a principal dificuldade nesse caso é fazer com que todos os participantes compreendam o convidado durante sua apresentação. Porém, uma novidade promete resolver essa questão: o Pixel Bud, par de fones de ouvido sem fio, capaz de traduzir simultânea até 40 idiomas. A tecnologia surgiu com o objetivo de superar as barreiras linguísticas.

Quer saber mais sobre o assunto? Clique aqui e entenda como a tecnologia pode ser utilizada no mercado de eventos.

Relacionados
Marcelo Flores

Mudanças na educação, no universo dos eventos e no entretenimento

3º Congresso MICE Brasil apresentou os números do mercado

Cases inspiraram o público no último dia do 3º Congresso MICE Brasil

Segundo dia Arenas Experience na Feira EBS

Causa, diversidade, sustentabilidade e segurança abordados na Feira EBS 2018

cannes lions 2018

Cannes Lions anuncia os números do prêmio em 2018

Hacktown no Congresso MICE Brasil

Inovações do festival Hacktown estão na pauta do 3º Congresso MICE Brasil

Congresso MICE Brasil

Doadores de sangue terão isenção para o Congresso MICE Brasil 2018

Mato Grosso do Sul, Campo Grande - Casa Brasil, Paulino Menezes

Mato Grosso do Sul participa da 16ª Feira EBS