Página Principal Revista EBS

A relação entre eventos e redes sociais

relação entre eventos e redes sociais
Creativeart/Freepik.com
Apesar da questão física, os dois seguem o mesmo conceito básico

Os eventos e as redes sociais dividem o mesmo objetivo, de reunir pessoas em um ambiente físico ou digital, respectivamente. Assim, é importante que os dois estejam em harmonia e trabalhando juntos. Para que essa parceria funcione, é preciso que seja feito um trabalho aprofundado de estudo e planejamento para que a relação entre eventos e redes sociais ofereça ganhos.

Apenas no Facebook, 1.86 bilhão de usuários estão ativos por mês. A rede social conta com uma opção especial para a criação de páginas de eventos, mostrando como é importante a relação entre esses dois mundos.

A rede também ajuda no desenvolvimento da interatividade. No ano passado, o Facebook iniciou uma guia de vídeo para a versão mobile, possibilitando a transmissão ao vivo para páginas de eventos e grupos. Além disso, é possível utilizar as reações dos usuários sobre a transmissão, o que ajuda a identificar pontos fortes (ou fracos), para aprimorar ainda mais a experiência do público.

Seguindo entre as redes mais utilizadas, está o Instagram, focada no conteúdo visual e com 150 milhões de usuários ativos por dia. É uma ferramenta perfeita para impulsionar marcas e explorar serviços e produtos, fomentando os negócios nas mais diversas áreas, especialmente em feiras.

Podemos postar fotos e vídeos (de até 60 segundos), além de realizar transmissões ao vivo e postagens “com validade” – através dos Stories, visíveis apenas por 24 horas. E para alcançar um número maior de pessoas, basta utilizar hashtags específicas para encontrarmos o público certo.

Já o Twitter, que conta com mais de 319 milhões de usuários ativos mensais, é ideal para a interações do público – e ótimo exemplo da relação entre eventos e redes sociais. Os internautas comentam através de hashtags e há a possibilidade de publicar fotos e vídeos. Em 2015, a empresa adquiriu o Periscope, aplicativo de transmissão de vídeo ao vivo, que se transformou em sucesso na área, para as empresas e o próprio público.

Desde sua criação, o Periscope permite que os vídeos permaneçam visíveis por 24 horas, além de salvar uma cópia no celular. Atualmente, testes estão sendo realizados para oferecer a opção de vídeos permanentes, salvos na nuvem do aplicativo.

Nos últimos tempos, os vídeos são cada vez mais explorados. Uma rede exclusiva para essa mídia é o Snapchat, com 158 milhões de usuários ativos por dia. Seguindo a ideia de vídeos visíveis por 24 horas, também é uma ferramenta importante para eventos. Prova disso é o recurso “Our Story”, com aplicações diretas para esses encontros, permitindo que vários usuários publiquem fotos e vídeos dentro da localização específica do evento.

Todas essas ferramentas são essenciais para alavancar a visibilidade de um encontro e devem ser exploradas ao máximo. Novas redes e formatos irão surgir nos próximos anos, então é preciso estar sempre presente no meio e atento às novidades que podem contribuir diretamente com resultados positivos que podemos adquirir com a relação entre eventos e redes sociais.

Relacionados
Marcelo Flores

Mudanças na educação, no universo dos eventos e no entretenimento

cannes lions 2018

Cannes Lions anuncia os números do prêmio em 2018

Hacktown no Congresso MICE Brasil

Inovações do festival Hacktown estão na pauta do 3º Congresso MICE Brasil

Congresso MICE Brasil

Doadores de sangue terão isenção para o Congresso MICE Brasil 2018

Mato Grosso do Sul, Campo Grande - Casa Brasil, Paulino Menezes

Mato Grosso do Sul participa da 16ª Feira EBS

Resort Dom Pedro Laguna

Resort Dom Pedro Laguna se destaca entre espaços para eventos

países que mais recebem eventos

Brasil está entre os 20 países que mais recebem eventos internacionais

crowdfunding-potinhos-de-moedas

Crowdfunding: Eventos financiados