Página Principal Revista EBS

A empatia como chave para uma experiência positiva em eventos

empatia para uma experiência positiva em eventos
Pressfoto/Freepik.com
Além de analisar dados, é essencial se colocar no lugar de seus visitantes

Cada micro momento é importante na construção de uma experiência, que, por sua vez, pode ser traduzida pela compra de um produto, ou até mesmo por uma conversa. Para conseguir alcançar os objetivos e conectar os presentes em uma conferência, por exemplo, a empatia proporciona o contexto necessário para oferecer uma conexão e também uma experiência positiva em eventos.

Muitas empresas já estão preocupadas em trabalhar com os dados certos para personalizar a experiência de seu público-alvo. Porém, é necessário levar em conta as situações em que cada pessoa está vivenciando, o que inclui momentos específicos.

Ao mensurar a experiência, devemos ir além do ROI. Mais que adquirir ou converter participantes, é preciso nos preocuparmos sobre a satisfação e impacto no dia a dia deles. Se, de alguma maneira, o evento conseguir provocar algo de uma forma positiva nas pessoas, isso irá mantê-las interessados em eventos futuros.

E nada como a empatia, uma forma simbólica de se colocar no lugar do outro (nesse caso, do participante do seu evento). Essa é uma tática que oferece resultados positivos, pois possibilita enxergar situações através dos olhos de outra pessoa. A empatia permite identificar os desejos e necessidades que o outro precisa para ter uma experiência positiva em eventos, com impacto direto sobre o índice de engajamento.

Para que isso aconteça, é necessário desenvolver uma flexibilidade que permita o gerenciamento de mudanças de modelos enquanto é feito um trabalho de evolução contínua sobre a experiência dos participantes e consumidores. Novas medidas e métricas devem ser utilizadas, para que seja possível mensurar o resultado dos eventos e oferecer experiências que os clientes desejam. Nesse caso, a empatia é utilizada como catalisadora para mudanças e o desenvolvimento de estratégias que oferecem experiências cada vez mais positivas.

Relacionados

Fornecedores do setor de eventos preparados para a retomada das atividades

Centro de Convenções Rebouças atua na linha de frente da Covid-19

drive-in são paulo

Drive-in chega ao Memorial da América para a retomada

Protocolos de SP para eventos e turismo, mas sem data de reabertura

“Transformações do consumo para o futuro” – webinar FOHB

Cancelamentos de eventos podem deixar 3 milhões sem trabalho

Patrícia Ellen, Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Governo de São Paulo vai intensificar conversa com setor de eventos

Foz do Iguaçu se prepara para a retomada do turismo