Página Principal Revista EBS

Feiras e eventos corporativos estão liberados a partir de 17 de agosto em SP

Foto: Reprodução Coletiva de Imprensa Governo de SP - 04 de agosto
A liberação está condicionada ao respeito dos protocolos de higiene e ao compromisso de que os eventos não gerem aglomerações.

Publicado em 04/08/2021

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (4) que, a partir de 17 de agosto, eventos sociais, museus e eventos e feiras corporativas, com controle de público, estarão liberados no estado, desde que não gerem aglomerações e que sigam os protocolos de saúde e higiene.

Os eventos poderão funcionar sem testagem nem capacidade máxima de público, desde que continuem seguindo protocolos como uso de máscara, distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas e higiene.

Shows com público em pé, torcidas e pistas de danças continuam proibidos até 1º de novembro, quando 90% dos adultos devem ter sido completamente vacinados. Nesta data, segundo o governo, todos os eventos estarão liberados no estado.

Regras do governo de SP para volta dos eventos em 17 de agosto — Foto: Reprodução/GESP

Mesmo assim, alguns eventos ainda não estão permitidos: os que tenham público em pé, torcidas e pistas de dança. Seria o caso de eventos esportivos com público, shows de grande porte e festas em casas noturnas, por exemplo.

Segundo o governo estadual, tais eventos só serão permitidos a partir de 1º de novembro e também seguindo protocolos.

“Não estamos liberando geral. Não há liberação geral a partir de 17 de agosto, mas gradual, segura, com protocolos. Ainda estamos enfrentando a pandemia e o processo de vacinação”, alertou João Doria, governador do estado de São Paulo. “Mas os índices de casos, de ocupação em leitos de UTI e de óbitos vêm caindo, felizmente, o que nos permite flexibilizar de forma segura e cuidadosa.”

Regras do governo de SP para volta dos eventos em 17 de agosto — Foto: Reprodução/GESP

Flexibilização do Plano São Paulo

O anúncio vem na esteira de uma flexibilização do Plano São Paulo, prevista também para a partir de 17 de agosto. Haverá a extinção dos limites de horário e ocupação dos estabelecimento, desde que seja respeitado o uso de máscara, de álcool em gel e o distanciamento social de um metro.

Até o dia 16 de agosto, os estabelecimentos podem funcionar com 80% de capacidade e até as 24h. De autoria do governo estadual, o Plano São Paulo regulamenta as atividades econômicas ao longo da pandemia de Covid-19.

A autorização para realização dos eventos no Estado, veio após a realização do evento -teste EXPO RETOMADA, que reuniu cerca de 1.400 participantes, nos dias 21 e 22 de julho, em Santos, litoral paulista.

Os protocolos estabelecidos pelo governo paulista para o funcionamento desses eventos são:

  • Uso obrigatório de máscara em qualquer ambiente;
  • Distanciamento de 1 metro e veto de aglomerações de qualquer natureza;
  • Respeito aos protocolos de higiene;
  • 100% da população adulta com acesso à 1ª dose da vacina.

Relacionados

AMPRO divulga line-up do 5º Congresso Brasileiro de Live Marketing

Alagev dá início à Jornada Virtual pré-LACTE com cerca de 180 participantes

Aceleração da transformação e ESG no Congresso Brasileiro de Live Marketing

Como ser pequeno e médio empresário no Brasil no pós-pandemia

Centro de Convenções Rebouças é palco da ABSOLAR, evento que debate os avanços da energia solar

AMPRO adere a movimento do setor de eventos contra o veto 19/2021

Linha de crédito de R$ 408 milhões para o setor de eventos de cultura e entretenimento

Marcando a retomada dos grandes eventos, São Paulo sedia o 5º FAM Festival – Food, Art & Music