Página Principal Revista EBS

Carta de Santos é assinada por entidades da Indústria de Eventos

Expo Retomada 2020, em São Paulo - Foto: Assessoria
Documento é um manifesto em prol da legalidade e do reconhecimento dos eventos de negócios

Publicado em 30/07/2021

A organização da EXPO RETOMADA, que abriu a agenda dos 30 eventos-teste do Governo do Estado de São Paulo, juntamente com os representantes de cinco entidades realizadoras do eventoABEOC BRASIL, ABRACE, SINDIPROM SP, UBRAFE e Visite Santos – acabam de assinar a Carta de Santos.

O documento é um manifesto em prol do setor de eventos de negócios, com o posicionamento das principais lideranças a favor da legalidade dos eventos presenciais com a aplicação de protocolos comprovados; o reconhecimento da amplitude econômica, de conteúdo e de geração de negócios do setor de feiras, congressos e eventos de negócios; o reconhecimento de que o setor não pode ser confundido com outros tipos de eventos e o posicionamento favorável e incentivador à ampla vacinação da população.

“A EXPO RETOMADA foi uma oportunidade para discutirmos a atualização de conhecimento e a vivência de protocolos. O próximo passo é conversar com interlocutores nos três níveis de poder o que pudemos mostrar no evento. Não queremos que o dia a dia do setor fique longe da legislação. Queremos a flexibilização consciente. Somos pró legalidade. A Carta é dirigida aos legisladores para entenderem a magnitude e os desafios do nosso setor, além de reverberar o que foi discutido na EXPO”, afirma Paulo Octávio Pereira de Almeida, diretor da Live Marketing Consultoria e um dos idealizadores da EXPO RETOMADA.

Somente a indústria de Eventos impacta mais de 50 setores da economia e movimenta, anualmente, no país, mais de R$ 930 bilhões, o que representa quase 13% do PIB – índice maior que o das indústrias automobilística, farmacêutica e a petrolífera -, com a geração de 25 milhões de empregos diretos e indiretos. “Agora, é o momento de começar a recuperar a confiança, mostrando que com a aplicação de protocolos de segurança testados e comprovados, é possível voltar a movimentar os eventos de negócios”, defende o diretor da Rede Feiras e um dos idealizadores da EXPO RETOMADA, Fernando Lummertz.

Confira a íntegra do da Carta de Santos:

Carta de Santos – Elaborada em julho 2021 após a realização da EXPO RETOMADA SANTOS

Nós, organizadores de eventos com foco em negócios (Feiras de Negócios e Congressos), declaramos publicamente os conceitos fundamentais que norteiam as atividades do setor:

1) somos pró-legalidade. Eventos presenciais são seguros desde que obedeçam a protocolos.

2) somos solidários também a todas as famílias e indivíduos afetados por esta terrível pandemia, mas acreditamos que chegamos ao momento da flexibilização com consciência e, portanto, os protocolos autorizados pelas autoridades sanitárias são o nosso exemplo de realização segura dos eventos presenciais com foco em negócios.

3) o setor de feiras, congressos e eventos de negócios tem ampla relação com o poder público que deverá ser norteada pelo amplo espectro econômico envolvido com a organização de eventos de negócios e não somente pelo viés de indutor do turismo de negócios. Iniciativas de associação com a economia criativa e empreendedorismo devem ser incentivadas e ampliadas.

4) políticas de fomento aos diversos destinos devem ser ampliadas cidades e locais que recebem feiras, congressos e eventos de negócios, geram desenvolvimento local, turismo e atividades relacionadas à economia criativa como um todo.

5) o setor de feiras, congressos e eventos de negócios com pleno reconhecimento por parte do poder público nas três esferas, trabalha em ambientes monitorados e com eficaz controle de visitação. Não devemos ser confundidos com outros formatos de eventos. Geramos negócios. Entendemos que a quantidade de participantes seja estabelecida de acordo com as normas do AVCB de cada ambiente.

6) as feiras, congressos e eventos de negócios geram também conhecimentos, conteúdos, novas ideias, novas conexões comerciais, ampliam relacionamentos e estabelecem novos vínculos sociais e inspiram pessoas e empresas a inovarem e a se atualizarem. Seres humanos são gregários e os eventos são a sua mais forte forma de expressão social e econômica.

7) somos totalmente favoráveis e incentivadores da ampla vacinação da população em todos os seus extratos. Acreditamos que a vacinação é o principal vetor na obtenção da necessária confiança sanitária de todos os envolvidos. Como consequência a testagem obrigatória para participação em eventos não deverá fazer parte das exigências regulatórias da retomada do setor, seguindo os mesmos parâmetros dos shoppings centers e varejo.

8) empresas idôneas na organização e gestão, aplicação de todos os protocolos de biossegurança na realização e regulamentação pelo setor público fazem parte da equação do retorno seguro do setor as suas plenas atividades econômicas.

ABEOC BRASIL – Associação Brasileira de Empresas de Eventos – Fátima Facuri – Presidente

ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes – Marcelo Soares – Presidente

SINDIPROM SP – Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo – Carlos Sauandag – Presidente

UBRAFE – União Brasileira Feiras e Eventos de Negócios – Abdala Jamil Abdala – Presidente do Conselho de Administração

VISITE SANTOS – Santos Convention And Visitors Bureau – Vanessa Lombardi – Presidente

EXPO RETOMADA – Paulo Otavio de Almeida – Curadoria e Organização EXPO RETOMADA – Fernando Lummertz – Curadoria e Organização

Evento modelo – Expo Retomada

A EXPO RETOMADA foi o primeiro de uma agenda de 30 eventos-teste chancelados pelo Governo de São Paulo e o único B2B na modalidade Feiras de Negócios e Congressos.

Nos últimos dias 21 e 22 de julho, recebeu 1.309 visitantes únicos, não simultâneos, e 245 profissionais envolvidos na montagem, no Santos Convention Center, em Santos, todos testados antecipadamente para a covid 19.

Foi, também, exemplo na aplicação de rígidos protocolos de biossegurança antes, durante e pós-evento. Uso obrigatório de máscaras, planta baixa do evento desenhada para respeitar o distanciamento, tecnologia para aferição de temperatura a distância, acesso por QR Code, catracas eletrônicas automáticas e dispensers de álcool gel espalhados por todo o evento fizeram parte dos protocolos adotados.

Outro detalhe foi a definição da capacidade reduzida, ou seja, o número total de participantes se manteve bem abaixo da capacidade máxima permitida do Santos Convention Center, que é de 4.000 pessoas simultaneamente. Houve ainda acompanhamento e fiscalização pela Secretaria de Saúde Estadual, Municipal, Vigilância Sanitária, entre outros órgãos, durante toda a EXPO.

Uma retestagem com 463 participantes voluntários também foi concluída no último dia 27, em São Paulo e em Santos, para a consolidação dos protocolos aplicados durante o evento.

Todos os participantes serão ainda acompanhados pela organização da EXPO RETOMADA por duas semanas, com o objetivo de gerar um relatório com informações técnicas para municiar o Governo do Estado e atestar a possibilidade de retomada segura dos eventos de negócios, desde que cumpram todos os protocolos praticados durante o evento.

Os dados gerados já começaram a ser enviados serão enviados à Secretaria Estadual de Saúde e ao Comitê de Saúde de São Paulo, aos cuidados da Secretária do Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, do Presidente do Comitê de Contingência da Covid 19 do Estado de São Paulo, João Gabardo, e do Secretário de Turismo, Vinícius Lummertz, que participaram da EXPO RETOMADA.

Fonte: Assessoria

Relacionados

ABCR promove evento gratuito sobre o Dia de Doar 2021

Por que a retomada ainda não decolou?

AMPRO Globes Awards bate recorde de inscrições

Inovações da área de recursos humanos

Mercoagro é adiada para setembro de 2022

Quanto mais tecnologia, mais humanos precisamos ser

Plataforma pioneira em metaverso será apresentada no Futurecom

Feira EBS 2021 abre credenciamento