Página Principal Revista EBS

Medical Fair Brasil impulsiona setor da saúde com soluções inovadoras e conteúdo relevante

Medical Fair Brasil 2022 _ Foto: Divulgação/Assessoria
Edição brasileira da MEDICA acontecerá entre os dias 26 e 28 de setembro, em São Paulo, e será um momento de troca de conhecimento, networking qualificado e bons negócios, reunindo os principais players do setor

Publicado em 19/09/2023

Pelo segundo ano consecutivo, São Paulo será palco da Medical Fair Brasil (MFB), edição brasileira da MEDICA, maior feira da indústria de saúde do mundo. O evento acontecerá entre os dias 26 e 28 de setembro, no Expo Center Norte, e promete surpreender os participantes tanto com programação diversificada quanto com expositores relevantes.

“Estamos prontos para escrever um novo capítulo na história da saúde, conectando inovação, oportunidades e transformação em prol de um futuro mais sustentável”, comenta Malu Sevieri, diretora da MFB e CEO da Emme Brasil, representante da Messe Düsseldorf.

A presença confirmada de renomados expositores evidencia a importância da feira como um ponto de encontro para profissionais, empresas e tomadores de decisão do mercado da saúde. Com a participação de empresas de diversos segmentos, desde fornecedores de equipamentos médico-hospitalares até tecnologia da informação e comunicação, a MFB promete oferecer uma ampla gama de produtos e serviços que impulsionarão o desenvolvimento do setor.

Nesta edição, serão apresentados os assuntos mais relevantes da indústria de saúde, abordando avanços tecnológicos, soluções disruptivas e parcerias estratégicas que moldarão o futuro do setor. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer de perto as últimas tendências e se atualizar sobre as inovações que estão revolucionando a área da saúde.

Com todas essas perspectivas positivas, a Medical Fair Brasil 2023 se apresenta como uma oportunidade imperdível para profissionais e empresas do setor. “O evento será o local ideal para networking, geração de negócios e aprofundamento do conhecimento”, salienta Malu.

Oportunidade de negócios

Seguindo novos padrões de feiras de negócios, Malu acredita que a relevância da MFB vai além da oportunidade de vendas para os expositores, buscando fomentar e fortalecer relações comerciais, desencadeando a concretização de negócios significativos. “Nossa prioridade atual não é obter lucro, mas criar algo que realmente faça a diferença no mercado e contribua para o setor de saúde no Brasil”, afirma.

Malu destaca que as empresas podem obter resultados excepcionais mesmo sem fazer grandes investimentos financeiros. Para ela, estar presente, evidenciar a marca, realçar os diferenciais e cultivar uma postura receptiva são elementos essenciais para alcançar o sucesso.

“Ao participar da MFB, as empresas têm a oportunidade de dar destaque à sua marca, aos seus produtos e aos seus serviços, além de estabelecer conexões valiosas. Essa é a chave do nosso sucesso”, ressalta, lembrando que mais de 70% dos visitantes são tomadores de decisão de compra.

Parceiros de peso geram programação diversificada

Entre os parceiros institucionais da Medical Fair Brasil está o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), entidade que representa os interesses do Sistema Único de Saúde (SUS) dos 5.568 municípios brasileiros por meio de apoio profissional, capacitação e representação junto aos entes federativos.

Outro parceiro é o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), que realizará durante a feira o I Congresso de Acreditação e Qualidade em Medicina Diagnóstica, o único evento no mundo específico para o setor. Serão apresentados cases de sucesso e os desafios para assegurar a excelência dos serviços de diagnóstico por imagem e laboratoriais, bem como para garantir a segurança dos pacientes e a precisão dos resultados de exames. Os presentes também poderão tirar dúvidas e receber o encaminhamento para pleitear o selo de qualidade e segurança da entidade.

Mais um importante parceiro é o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 3ª Região (Crefito-3), que promoverá uma série de palestras gratuitas, exclusivamente voltadas a fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, durante todos os dias de evento, com certificado. Entre os temas estão toxina botulínica, cuidados paliativos, tecnologia e carreira.

Já a Federação Brasileira de Administradores Hospitalares (FBAH), realizará o 42° Congresso Brasileiro de Administração Hospitalar e Gestão em Saúde, com o tema central “Gestão da Saúde de Alto Desempenho: Esteja Preparado para as Novas Exigências do Mercado”. O evento contará com palestras extremamente importantes para o administrador hospitalar e o gestor da saúde, focando na interação e no debate de ideias. Entre os temas estão inovação, empregabilidade, modelos de negócios e reforma tributária.

A Associação Brasileira CIO Saúde (ABCIS) preparou para a MFB um ciclo de palestras que inclui cases apresentados por seus associados, abordando assuntos como Inteligência Artificial, interoperabilidade, open health e LGPD. Com mais de 500 executivos de tecnologia de saúde em seu quadro de associados, a entidade busca capacitar e apoiar os hospitais brasileiros no avanço tecnológico para melhorar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados.

Outra proposta da ABCIS é aproveitar o espaço e o momento da feira para divulgar o INMAT (Índice Nacional de Maturidade Tecnológica), certificação gratuita para hospitais brasileiros, com requisitos voltados para a construção de projetos sólidos de transformação digital.

Mais um grande evento será realizado por outro parceiro da MFB, o HUBRH+ AAPSA, que realizará o Hub Connect RH+ 2023, em parceria com o Hospital das Clínicas da FMUSP, focado em saúde mental. Durante o encontro, líderes vão discutir estratégias de autocuidado, inclusão e equidade no ambiente de trabalho, além de formas efetivas de diagnosticar e tratar os transtornos mentais.

Entre os parceiros também estão o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems/SP), a Associação Brasileira de Hospitais e Clínicas de Transição (Abracht) e a Associação Brasileira para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (ABDEH), que promoverão eventos para troca de conhecimentos e networking durante a feira.

“Reunir saúde pública, suplementar, indústria e entidades de classe para a discussão de pautas atuais e pertinentes é o que pode transformar de forma efetiva o setor, que apresenta crises em diversas esferas”, comenta Malu.

Medical Fair Brasil 2023

Relacionados

UBRAFE, ANSEDITUR e ABEOC Brasil unem forças em prol das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

UBRAFE celebra a inclusão das Feiras de Negócios no Calendário de Eventos Estratégicos da cidade de São Paulo

Em visita ao Brasil, CEO da RX destaca tendências para o setor de eventos

UBRAFE participa de Reunião do Grupo de Trabalho de Turismo do G20 para tratar assuntos sobre o PERSE