Página Principal Revista EBS

Iniciativas sociais durante quarentena do coronavírus

Foto: Geralt / Pixabay
Diversas iniciativas que têm como objetivo ajudar prestadores de serviços, profissionais e a população

Diversas iniciativas sociais ligadas – ou não – ao mercado do Live Marketing são apoiadas pela AMPRO – Associação de Marketing Promocional, que anunciou divulgação de diversas. Essas campanhas foram criadas para auxiliar prestadores de serviços, profissionais e a população durante o momento de quarentena do coronavírus.

A SAB – Supplier Alliance Brazil, aliança de fornecedores e prestadores de serviços para eventos formado pela R1 Audiovisual, Tes Cenografia, 42 Labs, Prime Geradores, Shift Mobilidade, Cia do Tomate e Quik Park, criou um site de arrecadação para ajudar os freelances do mercado de eventos durante a crise. Para ajudar, qualquer pessoa pode fazer o depósito diretamente através do site. A ajuda será para todos os freelancers cadastrados nas empresas da aliança.

Um grupo de produtores independentes criou uma forma de arrecadação de recursos através do site Vaquinha, o qual tem a finalidade de distribuir os valores arrecadados a este profissionais, desde que estejam previamente cadastrados e na ativa.

O cadastro dos profissionais de eventos deverá ser feito na plataforma www.bukjob.com, que já é conhecida de muitos do setor. Após a inscrição, há a uma validação pela Comissão Organizadora, no intuito de preservar a idoneidade desta arrecadação, bem como para que somente os produtores de eventos sejam efetivamente beneficiados. As doações serão direcionadas para este grupo específico de profissionais, porém, a arrecadação é livre. Qualquer cidadão ou empresa, poderá participar, basta acessar o link Vakinha da Produção e fazer a doação.

O projeto #bahiademaosdadas quer engajar os baianos, que tanto se destacam pela criatividade, a usarem a experiência, o talento e a solidariedade para ajudar o próximo. Pode ser por meio de uma aula, um poema, uma música, uma história, uma opinião, uma doação com ou sem dinheiro. Enfim, qualquer auxílio que inspire e colabore para a união da Bahia e dos baianos nesse momento. É só postar e marcar com a hashtag #bahiademaosdadas

Liderado pela OAB-BA, ABAP-BA, ABI, FIEB, Associação Comercial da Bahia, FAEB, Rotary Internacional, ABASE, ABMP, ADEMI, APPBA, CDL Salvador, Central de Outdoor, FCDL-BA, Fecomércio e SINAPRO. O filme da campanha, que ficou sob a responsabilidade da ABAP BA,  produzido pela Malagueta Filmes e Attitude Áudio, contou com a participação de Gilberto Gil, que cedeu a sua voz ao comercial, gravando a mensagem direto da sua casa.

Vídeo: Bahia de mãos dadas
” Participe das campanhas de arrecadação e ajude, da forma que você puder, com $ ou sem $”

A Associação Helena Piccardi de Andrade Silva – AHPAS (pronuncia-se “a paz”), que oferece acesso ao tratamento oncológico a crianças e adolescentes com câncer e em situação de alta vulnerabilidade social na cidade de São Paulo, está dependendo de doações para continuar atendendo. Interessados em ajudar podem acessar pelo site.

O Grupo Primavera está produzindo e doando máscaras às famílias em situação de vulnerabilidade social na região dos Amarais, em Campinas.
Para venda, o custo individual sai a R$ 6,00 – www.facebook.com/grupoprimaveracampinas

O Mercadão das Flores está vendendo suas flores a preços simbólicos para ajudar os produtores a minimizarem os prejuízos e principalmente, manter os milhares de trabalhadores do campo ativos com as mínimas condições de subsistência ou seja, levar a alimentação e higiene que necessitam –  https://mercadaodasfloresonline.com.br

O Projeto Sonhar, que atende famílias em situação de risco, está arrecadando para montar cestas básica, higiene e limpeza para 350 famílias do Capão Redondo, Jardim São Luiz e Jardim Ângela por 3 meses – https://benfeitoria.com/projetosonhar

Horizontes Projetos Sociais está coordenando uma campanha de arrecadação de recursos destinados a compra de produtos básicos como alimentos, álcool gel, luvas e outros materiais necessários para doarmos às comunidades carentes – https://horizontessociais.org.br/

As mulheres empreendedoras do coletivo Bistrô de Mãos de Maria doarão seu tempo e trabalho para ajudar a comunidade de Paraisópolis. Necessitam de contribuições para captar recursos para a produção de marmitas, que serão distribuídas para as famílias mais vulneráveis da comunidade durante a quarentena, além de auxiliar na segurança financeira das voluntárias – muitas delas já sem emprego, outras com seus negócios fechados. As doações podem ser feitas pelo site: http://vaka.me/947960

A Amigos do Bem, que promove a transformação na vida de mais de 75 mil pessoas nos estados de Alagoas, Ceará e Pernambuco, por meio de projetos educacionais e autossustentáveis, também está com plano de ação emergencial para famílias do sertão. Para ajudar, acesse: www.amigosdobem.org/acaoemergencial

A Gerando Falcões, organização social que atende as comunidades em periferias e favelas, está com um programa de doação de cestas básicas digitais , junto com uma rede de ONGs conveniadas, para distribuição às famílias mais vulneráveis. Mais detalhes no https://gerandofalcoes.com/coronanoparedao

Também em ação para comunidades vulneráveis, a União SP, iniciativa de diversos grupos da sociedade civil, tem campanha que objetiva direcionar recursos privados para auxílio a essas famílias – www.uniaosp.org

A AMPRO está aberta a receber informações de outras iniciativas similares para apoio na divulgação. Outras ideias podem ser enviadas para o e-mail comunicacao@ampro.com.br.

Relacionados

Rio de Janeiro adia a reabertura de teatros, cinemas e casas de eventos

Expo Retomada fala sobre o futuro dos eventos presenciais

Foto: Divulgação- Virgin Money Unity/ David Wala

Fãs em cercados: o novo normal dos festivais?

Rio de Janeiro autoriza retorno de eventos de negócios

rodada - speed meeting

Na crise: relacionamentos e oportunidades de negócios

retomada-eventos-sp

Eventos retornando em SP, alento para o Live Marketing

São Paulo adia Carnaval 2021

Ampro apoia a MPV 959- adiamento da LGPD