Página Principal Revista EBS

Pesquisa apresenta reação do Live Marketing à crise

Foto: Shari Jo/ Pixabay
Dados ilustram a reação do mercado à crise provocada pelo Coronavírus

Publicado em 20/04/2020

A pesquisa realizada pela AMPRO – Associação de Marketing Promocional, teve como objetivo entender como o mercado do Live Marketing está reagindo à crise provocada pelo novo coronavírus, bem como às medidas anunciadas pelo Governo em benefício das empresas.

O levantamento ocorreu entre os dias 31 de março e 6 de abril e constatou que a necessidade do isolamento social provocou cancelamento parcial de atividades para 70,3% do mercado; 27% responderam que estão sofrendo com cancelamento total dos serviços e apenas 2,7% responderam que não houve cancelamentos. Quando questionados se as atividades adiadas já têm novas datas definidas, 43,2% disseram que não, mas 27% afirmam que foram marcadas já para o 3º trimestre. Entre os demais, 18,9% informam adiamentos para o 4º trimestre de 2020 e 10,8% somente para 2021.

A respeito dos clientes que adiaram atividades, apenas 8,1% responderam que houve aditamento de contrato e pagamento adiantado às agências. A maioria – 70,3% – respondeu que os clientes apenas comunicaram o adiamento informalmente, sem qualquer compromisso, e 21,6% informaram que houve aditamento de contratos, mas sem qualquer pagamento até o momento.

No caso de cancelamentos de contratos já em andamento, a maioria – 51,4% – respondeu que os clientes aceitaram pagar apenas parte das despesas e honorários; 25,7% informam que os clientes negaram-se a pagar qualquer compensação e somente 22,9% afirmam ter recebido satisfatoriamente todas as despesas e honorários incorridos até o momento do cancelamento, inclusive as relativas a fornecedores.

Quando questionados sobre as medidas de socorro do governo, 51,4% dos respondentes informaram que foram insuficientes até o momento. Mais de 43% declararam não usar o crédito especial para financiamento do salário de funcionários até dois salários mínimos nem para o adiamento do recolhimento do FGTS. Dos que usaram as medidas propostas, 54% decidiram adiar o recolhimento do FGTS e apenas 27% estão usando o crédito especial para financiamento de salários. Entre os entrevistados, 89% têm receio de acessar crédito nesse momento, quando ainda há muita incerteza quanto ao futuro dos seus negócios.

O levantamento também buscou informações sobre a pretensão de redução das equipes contratadas nas agências. Das que pretendem demitir, 35,3% informaram sobre possibilidade de redução de até 25% do seu quadro, 14,7% podem reduzir até 50% do pessoal e 5,9% podem dispensar mais de 50% da equipe. 44,1% informaram que não pretendem demitir no curto prazo.

Sobre a retomada das atividades, a maioria – 40,5% – dos respondentes espera a volta à normalidade no 4º trimestre de 2020; 29,7% são mais otimistas e esperam o retorno já no 3º trimestre deste ano. Já os 29,7% restantes preveem a retomada somente em 2021.

Foto: Alexis Pagliarini - presidente executivo da AMPRO
Alexis Pagliarini
Foto: Divulgação

“O levantamento concluiu que, pela incerteza quanto ao término do regime de isolamento imposto pela pandemia, é difícil tomar decisões definitivas. Com o passar do tempo, pode haver um agravamento da situação ou uma melhora, quando tivermos um horizonte de retorno das atividades. A AMPRO acompanhará pari passu, procurando captar as movimentações do mercado e atuar na melhoria do entendimento e nas relações entre clientes, agências e fornecedores do ecossistema do Live Marketing”, afirma o presidente executivo da AMPRO, Alexis Pagliarini.

O Live Marketing é um dos setores da economia que mais vem sofrendo com a crise do COVID-19. Por promover experiências de marca, ao vivo, é o que abrange atividades como ações promocionais, ativações de marca, campanhas motivacionais, de fidelização e eventos de diversos tipos, como feiras, congressos, simpósios, fóruns, lançamentos, shows etc que foram, em sua maioria, paralisadas durante a quarentena.

Relacionados

No Vestiário

Acreditando no reaquecimento do mercado, Hilton assume Almenat em São Paulo

Mercado do Live Marketing busca capacitação

Alterações no PERSE devem ser votadas hoje na Câmara

Alívio na pandemia: plano de recuperação para os setores de eventos e de turismo é aprovado no senado

Parada obrigatória

Pesquisa aponta prós e contras do Home Office

Óleo nas engrenagens do setor de eventos