Página Principal Revista EBS

Eventos têm novas restrições com recuo de SP para Fase Amarela

Fonte: Governo do Estado de SP / Divulgação
Medida traz restrições para o setor de eventos em todo o Estado de São Paulo

Publicado em 30/11/2020

No início da tarde de hoje (30/11), o Governo de São Paulo, João Dória, anunciou a regressão do Estado para a Fase Amarela do Plano SP. . A decisão foi anunciada um dia após o segundo turno das eleições municipais. A Fase Amarela entrará em vigor a partir do dia 2 de Dezembro, quarta-feira.

“A medida não fecha comércio, bares ou restaurantes. Não fecha atividades econômicas, mas é mais restritiva para evitar aglomerações e aumento no contágio da Covid-19”, disse Doria. “Essa medida não afeta a programação de volta às aulas e as escolas não serão fechadas.”

Como ficam os eventos na Fase Amarela?

  • Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela.
  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
  • Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados.
  • Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.
  • Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo.
  • Proibição de atividades com público em pé.
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
Fonte: Governo de São Paulo

Acesse as atualizações do Plano SP na íntegra

Relacionados

Alívio na pandemia: plano de recuperação para os setores de eventos e de turismo é aprovado no senado

Covid escancara desigualdades e impõe desafios à gestão de RH

Show reúne 5.000 pessoas em Barcelona, após testes de covid-19

MWC 2021 será presencial para 50 mil pessoas

Texto-base do projeto de ajuda ao setor de eventos é aprovado

Setor de eventos perde R$ 270 bilhões durante a pandemia

Inglaterra prevê a retomada de eventos para 21 de junho

Movimento Unidos pela Vacina é lançado