Página Principal Revista EBS

Expo Retomada fala sobre o futuro dos eventos presenciais

Foto: Divulgação
Evento modelo, agendado para 13 e 14 de outubro, deve marcar retorno dos grandes eventos em São Paulo

Publicado em 14/08/2020

O setor de Eventos aguarda, com boas expectativas, a chegada de 13 de outubro. A data, conforme calendário previsto pelo Governo de São Paulo, marca o retorno oficial dos grandes eventos no estado com a realização presencial da EXPO RETOMADA, no SP Expo, na capital paulista.

Criada para ser um evento modelo, com aplicação de todos os protocolos de segurança e foco na geração de negócios para empresas e entidades dos setores de Eventos e Turismo pós-quarentena, a Expo Retomada ganhou duas fases: a primeira, em evento híbrido com transmissão ao vivo, reuniu mais de 3 mil participantes online, cerca de 50 presenciais e 18 palestrantes no palco do WTC São Paulo, no último dia 12.

O encontro tratou sobre o futuro dos eventos, os desafios e planos de ação para Feiras e Congressos e setores como Cenografia e Estandes, com a participação do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, e representantes de empresas e entidades, como a ALAGEV – Associação Lationamericana de Gestores de Viagens e Eventos Corporativos, a ABEOC – Associação das Empresas de Eventos a MPI – Meetings Professional International, a Abralimp – Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional,  a ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes e a UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras.

“Foi uma oportunidade ímpar de reforçar que o setor está tomando todas as providências para a retomada segura e pronto para receber novos projetos, seja em formato híbrido, que já pode acontecer, ou presencial, para execução após a autorização dos governos”, afirma Fernando Lummertz, fundador da Rede Feiras e idealizador e organizador da Expo Retomada ao lado de Paulo Octávio Pereira de Almeida, managing partner da Live Marketing Consultoria.

A fase presencial da Expo, marcada para os dias 13 e 14 de outubro, pretende reunir cerca de 60 expositores, com espaços e arena para palestras projetados para cumprir todos os protocolos de segurança, como corredores mais largos, distanciamento mínimo entre os participantes da plateia, credenciamento on line, acesso por QRCode e catracas eletrônicas que farão a leitura direto do celular dos visitantes, sem contato humano. O evento também contará com uma plataforma virtual que trabalhará no sentido de virtualizar o conteúdo para conquistar novamente a confiança dos participantes de eventos com foco na geração de negócios.

“Tivemos oportunidade de analisar diversos estudos de plantas para a EXPO RETOMADA e optamos por um conceito novo, que foge completamente daquilo que tradicionalmente empregamos nas feiras de negócios. A razão para isso é dar total visibilidade para a aplicação dos protocolos, desde a montagem até a desmontagem do evento” comenta Lummertz. A planta foi co-criada com a ABRACE, a equipe do evento é toda formada por profissionais voluntários, renomados nos setores de feiras e congressos.

Além de apresentar in loco as boas práticas recomendadas a EXPO RETOMADA 2020, planejada para ser um marco na retomada dos eventos de negócios no Brasil, tem como proposta disseminar conhecimento e informação atualizados sobre todas as etapas que os eventos englobam – o pré, o durante e o pós-evento. 

“A Expo Retomada virá para demonstrar a capacidade dos eventos face to face (F2F) em gerar negócios no momento pós-quarentena. Estamos muito empenhados em reunir os melhores do setor de eventos de negócios. Essa empreitada tem sido muito bem sucedida, não faltam simpatizantes e apoiadores vindos de todas as partes do Brasil e até do Exterior”, afirma P.O. Almeida.

O evento terá participação gratuita, mas será necessário reservar lugar nas arenas, que terão capacidade limitada. O pré-credenciamento da EXPO RETOMADA já está aberto pelo site: e, em breve, a organização irá disponibilizar o App de cadastro para Android e IOS.

A Expo Retomada 2020 é um evento sem fins lucrativos, que conta com apoio oficial da UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras, AMPRO Associação de Marketing Profissional, ABEOC Brasil – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes, ABRAFESTA – Associação Brasileira de Eventos, ALAGEV – Associação Latino Americana de Gestores de Viagens e Eventos Corporativas, MPI BRAZIL – Meeting Professionals International Brazil, e do SINDIPROM|SP – Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo.

A Revista EBS é media partner do evento.

Fonte: Assessoria

Relacionados

Sinal de recuperação do setor aéreo é importante para o Turismo no Brasil

Soluções digitais que estão transformando os eventos

Tendências da indústria de feiras em 2021

Agrishow anuncia alteração da data para 2021

Eventos têm novas restrições com recuo de SP para Fase Amarela

Abeoc Digital

ABEOC Digital: O que e como vamos fazer diferente?

united-kingdom

Reino Unido permitirá grandes eventos de negócios com capacidade para 4.000

Um formato de sucesso!