Página Principal Revista EBS

SP priorizará turismo e eventos na retomada

Foto: Pexels / Pixabay
Governo de São Paulo planeja iniciar a retomada gradual em maio

Publicado em 29/04/2020

A partir do dia 11 de maio, o Estado de São Paulo deve reiniciar a retomada aos negócios, priorizando os setores: comércio, turismo e economia criativa (artistas, produtores de conteúdo e eventos).

Nessas atividades estão muitos micro e pequenos empresários que nesse momento passam por um situação bastante delicada com suas atividades, muitas vezes, totalmente paralisadas.

Ao anunciar a retomada, o governo de São Paulo informou que está formando um plano de retomada das atividades. Ele vai ser de forma gradual e respeitando o avanço do coronavírus em cada cidade.

Afim de determinar o que poderá ser aberto, deverão avaliados oito critérios de saúde como número de casos da covid-19, óbitos e leitos disponíveis. Assim sendo, a reabertura deverá se dar em diferentes tempos e regras, em cada um dos 645 municípios que integram o estado.

A prioridade deve ser dada aos seguintes setores: comércio, turismo e economia criativa, essa engloba: eventos, artistas e produção de conteúdo.

Certamente serão definidas regras distintas de acordo com o serviço prestado, tamanho e localização do negócio. Comércio de rua e shoppings terão critérios diferentes.

Retomada Segmento de Eventos

O Governo do Estado criou um grupo de trabalho, que conta com a participação de líderes e associações representantes de empresas do setor afim de trabalhar um plano de retomada no qual possam trabalhar juntos medidas para garantir uma retomada segura, ao atender as exigências de saúde.

O propósito desse trabalho deve ser auxiliar e agilizar todo o trabalho de readequação do setor de feiras e eventos para que o processo seja mais rápido e seguro possível, atendendo aos novos padrões que certamente serão implementados.

A retomada do Turismo em São Paulo e no Brasil?

O Governador de São Paulo João Dória declarou que não será possível qualquer flexibilização antes do dia 10 de maio, uma vez que muitos setores, ressaltando o interesse do segmento do turismo por conta dos feriados e mesmo do dias das mães, celebrado no dia 11 de maio.

Em videoconferência realizada nesta quarta-feira (29), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que o turismo doméstico pautará a retomada do setor no país após a pandemia.

De acordo com o ministro, o Ministério do Turismo já está trabalhando em um plano que será puxado por uma grande divulgação dos destinos nacionais e a integração entre os modais de transporte, fazendo com que destinos próximos possam ser visitados em uma só viagem.

“A retomada só será possível após a sobrevivência do setor.”, disse o Álvaro Antônio, que destacou a linha de crédito de até R$ 5 bilhões que deverá ser liberada pelo Ministério da Economia para ajudar os trabalhadores e empreendedores do Turismo do país.

“Essa medida provisória vai atender em 80% os micros e pequenos e 20% as empresas de médio e grande porte que prestam serviços turísticos no país. Vamos trabalhar para que este recurso possa ser ofertado de forma atrativa e com facilitações”, pontuo.

Fonte: UOL e Ministério do Turismo

Leia também:

Relacionados

Marketing no metaverso: 4 benefícios desta relação para o mercado

Teia Pride Festival transforma região industrial da Mooca no meeting point da semana do orgulho LGBTQIAP+

Agências de Live Marketing são escolhidas por menor preço, constata pesquisa da AMPRO

Feira EBS começa amanhã e confirma Celso Athayde, do case Expo Favela

Campus Party Brasil é adiada para novembro; evento será no Anhembi, em São Paulo

INOVAPLASTIC será realizada em 2023

Lideranças avaliam turismo corporativo em 2022

Maior feira de soluções para saúde do mundo realiza primeira edição presencial no Brasil