Página Principal Revista EBS

Meta… o que? 55% dos americanos não sabem o que é o Metaverso, aponta pesquisa da NordVPN

Foto: Pixabay / Geralt
O estudo da especialista em cibersegurança e líder mundial em serviços de VPN aponta que 87% dos entrevistados afirmam que a plataforma pode afetar sua privacidade

11/05/2022

Apresentado no final de 2021, o Metaverso, traduzido como uma internet incorporada onde você está na experiência, não apenas olhando para ela, pode ser uma nova fonte de preocupação para a segurança online e privacidade.

Pensando nisso, a NordVPN, especialista em cibersegurança e líder mundial em serviços de VPN, realizou uma pesquisa com americanos para saber o que eles achavam sobre a plataforma de realidade aumentada e virtual, e os resultados chamam a atenção.

Mais da metade dos entrevistados (55%) não sabe do que se trata o Metaverso e apenas 14% souberam explicar o que é e como ele funciona. Conforme explicado o conceito da plataforma, 24% dos americanos disseram que ela pode mudar total ou parcialmente (42%) as mídias sociais, visto que por meio dela é possível encontrar amigos de todo o mundo em uma realidade virtual ou ainda discutir negócios com parceiros sem sair do escritório.

No que tange à preocupação do Metaverso em relação à privacidade, 87% afirmaram que ele pode afetar sua privacidade. Metade dos entrevistados (50%) afirma que pode ser fácil para os hackers se passarem por outras pessoas e 47% alegam que as identidades dos usuários não serão protegidas legalmente e eles serão forçados a compartilhar ainda mais seus dados privados, que podem ser utilizados posteriormente (45%).

Embora preocupados com a privacidade, a curiosidade sobre a plataforma é maior. Expressivos 74% afirmaram que entrariam, ou considerariam entrar no Metaverso, por diversos motivos: 41% para experimentar coisas que não podem na realidade física, 40% para comunicar-se com outras pessoas, 28% para fugir do ambiente ou até mesmo querer se tornar uma pessoa diferente (23%).

É sabido que o Facebook aparece constantemente na lista anual das maiores violações de dados e, ao longo dos anos, ficou evidente que os dados privados estão em risco. “Como em qualquer outra plataforma de mídia social, o Metaverso pode ser usado para propósitos bons ou ruins. Espera-se que desta vez os riscos de privacidade sejam abordados de uma maneira mais eficiente do que vimos na última década”, afirma Daniel Markuson, especialista em cibersegurança privacidade digital da NordVPN.

Especialista em cibersegurança privacidade digital da NordVPN, Daniel Markuson
Relacionados

Digitalks Expo: de tecnologia aeroespacial até o uso de inteligência artificial em redes sociais

Livro “Avalie o que Importa: Como o Google, Bono Vox e a Fundação Gates sacudiram o mundo com os OKRs”, John Doerr

Livro “Reinventing Live: The Always – On Future of Events”, Denzil Rankine e Marco Giberti

Livro “Marketing 5.0: Tecnologia para a humanidade”, Philip Kotler, Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan

A potencialidade do metaverso

SoulCode lança cursos em parceria com TNT Energy Drink

Marketing no metaverso: 4 benefícios desta relação para o mercado

Afinal de contas, o que é metaverso? Especialista orienta para evitar confusão