Página Principal Revista EBS

Informações para ajudar na tomada de decisões durante a quarentena

Foto: Pixabay/manfredsteger
Série de lives para contribuir com o mercado nestes tempos de quarentena

Para disseminar informações úteis para o mercado e ajudar na tomada de decisões durante a quarentena do COVID-19, a agência Bethe B iniciou uma série de lives que estão sendo transmitidas pelo Instagram da agência desde o último dia 17.

Serão diversos temas abordados, alguns com a participação de convidados. Os dois primeiros, “Gestão de Marcas em Tempos de Crise” e “Tendências em Eventos Corporativos” aconteceram na última semana, com a participação de cerca de 150 expectadores, entre representantes de fornecedores do Live Marketing, instituições, produtores e clientes.

“Tendo como inspiração iniciativas de disponibilização de conteúdo, para contribuir de alguma forma com a sociedade e com o nosso mercado neste momento, iniciei este movimento de criar as lives que são, nada mais nada menos, que espaços de conversa sobre assuntos específicos do nosso mercado e que ajudem na tomada de decisão dos executivos”, afirma a diretora executiva da Bethe B, Izabel Barbosa.

Foto: Izabel Barbosa / Divulgação

No dia 17, o primeiro tema tratou sobre a importância da visão de longo prazo para tomada de decisões consistentes. “Estamos num ótimo momento para revisão de planejamentos e mudanças de rumo. As coisas não serão como antes, principalmente para as marcas”, enfatizou Izabel.

Já no dia 19, o assunto trouxe o comportamento do participante híbrido nos eventos, que não faz mais distinção entre os estímulos on e offline, e avalia a experiência com a marca no evento como um todo. E de que forma a tecnologia deve ser incorporada para a melhor experiência desse participante. “Falamos ainda sobre o uso de dados e a sustentabilidade. Com a participação de duas convidadas – Tatiana Barbosa, que é a head de desenvolvimento de soluções cenográficas da Bethe B, e Joanna Almeida, produtora da agência – abordamos a respeito da importância da experiência sensorial, das ações instagramáveis, da criação de ambientes acolhedores, além da tendência em formatos dos eventos corporativos”, complementou Izabel.

Na próxima terça-feira (24), às 20h30, o tema será “O que fazer se a sua empresa tem um evento planejado para os próximos meses”. “A grande mensagem da live de terça, motivada pelo manifesto divulgado pela AMPRO na última semana, é sugerir que o mercado se mantenha resiliente e unido neste momento conturbado”, adianta a diretora da Bethe B. Alguns tópicos levantados serão a importância de remarcar eventos, ao invés de cancelar; as medidas importantes em casos de cancelamentos e como deve ser a preparação para a retomada no segundo semestre.

Na quinta-feira (26), é a vez de falar sobre “Gerenciamento de Riscos em Eventos”, também às 20h30.  “Como temos grande know-how em seguros, normalmente fazemos uma matriz de riscos para análise dos imprevistos que podem impactar o evento na fase de planejamento, de forma que possamos mitigá-los na pré-produção do evento. A convidada para este debate será Marcia Ribeiro, risk manager que falará sobre a abrangência dos riscos e o que devemos fazer no caso dos riscos seguráveis e não seguráveis”, antecipa a diretora.

Os profissionais interessados em assistir poderão acompanhar diretamente no Instagram da agência.

Fundada há mais de 30 anos, a Bethe B nasceu com o propósito de desenvolver projetos multidisciplinares que maximizassem resultados de negócios através do design.

Em sua segunda geração, une experiência à inovação, proporcionando atendimento 360º a todas as demandas, simplificando a gestão e conquistando um posicionamento único em todas as plataformas de comunicação e relacionamento com stakeholders

Leia também:

Relacionados

Validade dos profissionais no mercado de trabalho

São 840 mil empregos ameaçados no setor de eventos no Paraná

turismo brasileiro

5º Fórum Brasileiro de Turismo debate o crescimento do setor no pós Covid-19

Rio de Janeiro adia a reabertura de teatros, cinemas e casas de eventos

prejuízo-eventos-pandemia

Eventos: R$ 90 bilhões em prejuízo pela pandemia

Transformação digital e o “novo normal” para o setor de eventos

CES 2019

CES, maior conferência de tecnologia do mundo, será virtual em 2021

ABRACE apresenta manual de boas práticas das empresas de cenografia e montadoras de estandes