Página Principal Revista EBS

Coronavírus: Procon-SP orienta consumidores com viagem marcada para países com casos comprovados

Imagem ilustrativa
O ente público orienta que o consumidor não pode ser prejudicado

Dia 26 de fevereiro, o Procon-SP divulgou uma nota em razão de notícias do avanço do coronavírus (COVID-19) na Europa, principalmente na Itália, onde mais de 300 pessoas foram diagnosticadas até o momento com o vírus, e orienta que o consumidor não pode ser prejudicado.

“Os consumidores que compraram passagem aérea ou pacote turístico com destino para Itália, ou outro país que tenha casos comprovados de pacientes infectados com o vírus, devem procurar o Procon-SP caso decidam cancelar ou postergar sua viagem em razão da preocupação com o coronavírus. Isso porque, nessa hipótese específica, que não tem previsão legal, faz-se necessário negociar com a empresa que não pode se recusar a oferecer alternativas ao consumidor”, informa a nota.

De acordo com o chefe de gabinete do Órgão, Guilherme Farid, “mesmo as empresas não tendo culpa, a lei reconhece que a parte vulnerável da relação é o consumidor, de modo que é ele quem merece especial proteção”. A Fundação Procon-SP é um ente público, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, pioneiro na elaboração e execução de políticas de proteção e defesa dos consumidores do Estado de São Paulo.

Relacionados

Validade dos profissionais no mercado de trabalho

São 840 mil empregos ameaçados no setor de eventos no Paraná

turismo brasileiro

5º Fórum Brasileiro de Turismo debate o crescimento do setor no pós Covid-19

Rio de Janeiro adia a reabertura de teatros, cinemas e casas de eventos

prejuízo-eventos-pandemia

Eventos: R$ 90 bilhões em prejuízo pela pandemia

Transformação digital e o “novo normal” para o setor de eventos

CES 2019

CES, maior conferência de tecnologia do mundo, será virtual em 2021

ABRACE apresenta manual de boas práticas das empresas de cenografia e montadoras de estandes