Página Principal Revista EBS

Feira EBS promove mais de 7 mil reuniões nas rodadas de negócios e supera expectativas

Foto: Divulgação/ Assessoria
Edição 2022 já é considerada histórica pela marca de duas décadas de conexão com o mercado e por destacar recursos tecnológicos e humanos que o setor precisa para crescer ainda mais forte e sustentável

A EBS, maior feira do mercado de eventos corporativos do Brasil, realizada nos dias 01 e 02 de junho, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, registrou, na edição que celebra duas décadas de conexões estratégicas, 7280 reuniões nas rodadas de negócios superando as expectativas de negociadores, expositores, palestrantes e organizadores.

O sucesso também pode ser creditado ao espaço expositivo repleto de novidades e destinos e a disponibilização de conteúdos com temas de tecnologia, capacitação, saúde mental, inclusão, diversidade, sustentabilidade, para um público de 1210 visitantes, composto por profissionais e gestores de empresas e 214 pessoas, que acompanharam as transmissões on-line do Congresso MICE.   

Para Wilson Ferreira Jr, diretor executivo da Agência Spice, um dos mediadores do 7º Congresso MICE, “é muito emocionante ver o reencontro das pessoas, nas feiras e eventos, os clientes e expositores empolgados. Após dois anos em casa é um motor inspiracional”, disse durante a apresentação.

Congresso MICE

Um dos destaques desta edição, o painel “Compartilhando inspirações: cases SXSW, Expo Favela, e Pet South America”, com a presença de Camilo Barros, Head de parcerias da VidMob e sócio do Institute for Tomorrow; Guilherme Martinez, Head of Pet Industry do NürnbergMesse Brasil, que contaram suas jornadas e estratégias nos últimos dois anos, considerados os mais desafiadores para o setor e, também , Celso Athayde, CEO do Favela Holding e idealizador da Central Única de Favelas (CUFA), que trouxe sua experiência de sucesso e inovação com o case da Expo Favela.

“O desafio foi reunir pessoas da favela e de fora dela em uma série de conteúdos e fazer com que todos esses empreendedores pudessem mostrar suas criações, startups, livrarias de comunidade, enfim, seus negócios para fundos de investimentos. Foram 20 mil empreendedores de comunidades e conseguimos um público de 33 mil pessoas, nos três dias de evento”, contou Athayde durante a apresentação.

Devido à repercussão, o CEO anunciou o lançamento do Expo Favela Nacional  com realização dia 28 de outubro, no Pavilhão do Expo Center Norte, em evento para 150 mil pessoas e participação de representantes de todos os estados.

No painel “A coexistência dos formatos. Onde mora o êxito!”, com Liliane Bertolucci, Diretora na Informa Market; Priscila Ritton, diretora na agência Samba; e Marcio Esher, um dos sócios da Holding Clube, foram destacados três cases de sucesso que tiveram ferramentas digitais como recurso fundamental para o aumento de público e engajamento em eventos, incluindo os presenciais.

“Temos visto movimentos muito interessantes no setor, considerando que houve um processo de aprendizado em 2021, que tem sido aplicado nas entregas deste ano. É fato que a forma de fazer eventos é outra e isso é próspero para o nosso setor de live marketing, porque tem contribuído para o surgimento de novos players, novas tecnologias e direções artísticas, por exemplo”, ressaltou Heloisa Santana, diretora da Ampro, que mediou a conversa.  

Já em “As novas expectativas do participante de feiras e eventos”, as palestrantes Camila Tabacchi, partner e head de projetos especiais na In Haus e head de conteúdo no Institute for Tomorrow; Aline Barsotti, especialista em marketing e eventos na Adobe; Joana Bronze, psicóloga e analista de comportamento; e Marina Brito, coordenadora de planejamento comercial da T4F, apontaram os itens que são essenciais, em termos de estrutura, disponibilidade de serviços, incluindo a importância da cidade também ser uma ferramenta para a realização de eventos, com base em experiências como Coachella,  ProWine, NRF e Lollapalooza Chicago.

No painel foi apresentada uma lista de serviços para melhor atendimento aos participantes, com informações para auxiliar os organizadores na criação de jornadas, cada vez mais efetivas para expositores e visitantes.

“A conversa destacou a importância de toda a jornada do participante que, hoje envolve o antes, o durante e o depois, e claro, que, com o uso das plataformas digitais é possível entregar isso de maneira muito mais intensa do que apenas o evento presencial”, reforçou Vanessa Martin, CEO da VM Consultoria e cofundadora da Digital Events Expert (DEE), que mediou o painel ao lado de Paulo Octavio Pereira de Almeida, diretor da Live Marketing Consultoria.

Outros painéis fizeram parte do Congresso, como: “Capital Humano – a transformação do mercado MICE através da potencialização de talentos”; “Um novo caminho nas relações – quem são os players relevantes?”; e “Eventechs que podem contribuir para o sucesso do seu evento”.

Conteúdos diversificados

Para complementar a jornada de informações e conhecimentos, a 20ª edição também contou com dois espaços – as Arenas Experience 1 e 2 – palcos de 26 palestras sobre eventos, treinamentos, incentivos e recursos humanos.

Temas envolvendo saúde mental foram destaques nas palestras “Como manter a sanidade mental com mais produtividade”; “Como superar momentos difíceis na carreira”; “Burnout e Estresse – como RHs e lideranças podem fortalecer a própria saúde mental”.

Preservação ambiental ganhou espaço nas apresentações “ESG: entenda e aplique (antes que o mercado te obrigue a fazê-lo)”, “Tendências tecnológicas em eventos para 2023” e “Sustentabilidade em eventos é muito mais do que reciclar latinhas”.

Já “O que o Metaverso tem a ver com seu próximo evento?”; “Marketing Digital: criando uma máquina de aquisição de clientes”; “O que o Metaverso tem a ver com seu próximo evento?”; “Tendências tecnológicas em eventos para 2023”; “Data Drive – monetização de dados”; “Gamificação on-line, híbrida e presencial em eventos e treinamentos”; “Como a gamificação pode agregar valor para os patrocinadores”; “Mercado Blockchain e o desenvolvimento de negócios na WEB 3.0”; e “Como o streaming pode impactar o processo de aprendizagem”, apresentaram as inovações que estão pautando o mercado. 

Sobre capacitação, as palestras “Como a Diversidade pode proteger já as pessoas e os negócios”; “O profissional de eventos do agora”; “O que pode dar errado no seu evento?”; “Os bastidores dos grandes festivais”; “Tendências e mudanças nas Viagens de incentivos”; “Serviços de segurança em eventos – como escolher a empresa certa”; “Agile para eventos – como as metodologias ágeis ajudam no processo de criação, gestão e organização de eventos”; e “Cenografias icônicas na Expo Dubai 2020”, destacaram estratégias que estão fortalecendo o profissional do setor.  

Para Patrícia Kuhn, analista sênior de produtos e serviços de publicidade na Rede Globo, que conduziu a palestra “Tudo muda o tempo todo. Como planejar num universo tão dinâmico?”, na Arena Experience 1, “o evento trouxe muita oportunidade de desenvolvimento de mercado, principalmente neste momento de retomada, em que há muita incerteza, mas também muitas oportunidades, por conta do que evoluiu”.  

Primeira participação

Para alguns visitantes, a primeira participação na Feira EBS foi inesquecível. É o caso de um grupo de 28 estudantes do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet – RJ), que veio do Rio de Janeiro, para acompanhar presencialmente o evento, com a supervisão das professoras, Fernanda Rosa, do curso de Planejamento e Organização de Eventos, e Rosane Manfrinato, das disciplinas de Língua Espanhola aplicada a Eventos, Relações Interpessoais e Cidadania e Linguagem. Os alunos assistiram ao Congresso MICE, e tiveram uma palestra exclusiva com Celso Athayde, CEO do Favela Holding, organizada na ocasião.   

 “Acreditamos que a visita ilustra, personifica da forma mais positiva, todo o conteúdo teórico estudado ao longo da formação técnica. A participação na Feira EBS 2022, foi um capítulo à parte. Foi a melhor oportunidade para que os estudantes, tivessem contato com especialistas da área, da prática à postura profissional”, comentou Rosa.

Confira outros depoimentos de visitantes no link: https://cutt.ly/tJnFqFY .

Expositores

O espaço de exposição, que contou com 60 marcas apresentando produtos e serviços, teve intensa circulação de visitantes nos dias de eventos da feira. Ana Frabetti, supervisora comercial de eventos do Grupo Aviva operadora de Resorts, hotéis e parques, foi uma das expositoras que se surpreendeu com a audiência. “Na edição anterior sentimos que o público estava mais tímido, receoso. Neste ano, notamos a presença maior, as pessoas estão mais tranquilas e trouxemos uma experiência diferente, um vídeo direcionado de eventos com um head fone no espaço, para que o público interagirem, tivesse um momento de silêncio, de relaxamento. Que é uma das experiências que queremos transmitir aos clientes”.

Para Ana Luísa Diniz Cintra, diretora do Centro de Convenções Rebouças, a EBS teve um caráter especial, pois a feira marcou o início da celebração dos quarenta anos do tradicional espaço expositivo de São Paulo. Sobre a edição, “a rodada de negócios esteve bastante movimentada com um leque muito grande de empresas de diferentes ramos, todos sedentos em participar de encontros profissionais e a gente percebeu isso no olhar, no sorriso, no abraço das pessoas e na vontade de fazer negócios”.

Participando pela primeira como expositora, Vânia Dezordi gerente nacional de vendas do Mabu Hotéis, relatou que “a experiência foi incrível tanto que já estamos organizando a participação na próxima EBS, com uma área de exposição maior”.

Gerente de vendas da Royal Palm Hotels & Resorts, de Campinas, João Paulo Floriano que participa da feira há oito anos, “nesse momento da retomada, as feiras são essenciais para nossa estratégia de entendimento do cliente, porque ele também passou por mudanças. Tem muitas áreas que foram reduzidas, outras acumularam funções, então precisamos usar os eventos, como a EBS, para redescobrir como estão os nossos clientes”.      

Confira mais depoimentos de expositores no endereço:   https://cutt.ly/oJnDXgx .

Ao todo, o evento contou com 60 expositores incluindo: Transamerica Expo Center, Expo Center Norte, Hard Rock Hotels, Escape 60’, Elo Brindes, Paraná Turismo, Empetur, Descubra o Espírito Santo, Santur, Unedestinos, Iberostar Hotels & resorts, PromoPress, Santur e Unedestinos, entre outros.

Além de destinos e brindes, a tecnologia associada aos eventos também foi uma das atrações do espaço expositivo, desde painéis digitais ao desenvolvimento de apps para eventos, como empresas GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação, Yazo, e a Diex Mídia. A 20ª Feira EBS contou, ainda, com o patrocínio audiovisual da Hoffman e tecnológico da 4.events.

Próxima edição

Diante do sucesso, Marcello Baranowsky, CEO do Grupo EBS, planeja “para a edição de 2023, a manutenção do formato e da diversidade de conteúdos programáticos”. A data está definida, 07 e 08 de junho, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.   

Mais informações sobre o evento em https://www.feiraebs.com.br

Relacionados

Marketing no metaverso: 4 benefícios desta relação para o mercado

Teia Pride Festival transforma região industrial da Mooca no meeting point da semana do orgulho LGBTQIAP+

Agências de Live Marketing são escolhidas por menor preço, constata pesquisa da AMPRO

Digio envolve público do Festival João Rock 2022 com experiências transformadoras

Os desafios de conciliar a vida profissional e a maternidade

Feira EBS começa amanhã e confirma Celso Athayde, do case Expo Favela

Estética in Rio faz 15 anos e mostra caminho para quem quer empreender no mercado da beleza

AMPRO mostra sua representatividade em Cannes