Página Principal Revista EBS

Gestores de viagens corporativas em expansão

gestores de viagens corporativas
Foto: reprodução/ cmw net
O relatório foi baseado em uma pesquisa com 200 gerentes de viagens do Reino Unido, realizada em janeiro de 2020

Gestores de viagens corporativas (GVC) estão aproveitando mais recursos externos para tomar decisões e têm preocupações mais complexas do que em épocas passadas. As informações são de um recente estudo da Cvent, o “Cvent Travel Managers 2020” – Edição do Reino Unido, que apontou as novas ideias sobre o que os gestores de viagens corporativas do Reino Unido estão buscando.

O relatório foi baseado em uma pesquisa com 200 gerentes de viagens do Reino Unido, realizada em janeiro de 2020. Entre as principais conclusões está que as classificações por estrelas e as análises de locais estão tendo um impacto crescente sobre como as instalações são adquiridas.

Cerca de 86% dos entrevistados são responsáveis ​​não apenas pela organização de viagens, mas também pelo fornecimento de locais para as reuniões e eventos da empresa. O levantamento mostra que há um forte apelo à ação para que os hotéis atendam a essas demandas e apoiem ​​as mudanças nas necessidades dos GVCs, a fim de garantir mais negócios com MICE.

Outros dados do relatório incluem:

38% disseram que a falta de transparência por parte dos hotéis e locais ao citar preços é seu principal desafio ao negociar com hotéis.

51% disseram que os custos ocultos não declarados durante as negociações são uma das principais razões para excluir ou remover hotéis de seus programas de viagem

– Mais da metade (51%) dos GVCs disseram que a última disponibilidade de quartos é essencial se os hotéis quiserem ser incluídos em seu programa, mas as diferenças surgem quando são discriminadas por geração.

49% dos entrevistados planejam aumentar o número de hotéis em seus programas de viagem, enquanto outros 49% também planejam aumentar as diárias.

Leia também

Setor de viagens e eventos corporativos movimentou R$ 75,9 bilhões em 2019

Viagens a trabalho – direitos dos colaboradores, deveres dos empregadores

Relacionados

Pesquisa: 19% planejam viajar ainda este ano e 49% só em 2021

Agência mapeará as tendências do setor de Live Marketing

Novas facetas dos destinos no mundo pós-pandemia

Costa Cruzeiros estende suspensão das operações

Empresas do setor de viagens corporativas discutem o pós-crise

Viagens a trabalho – direitos dos colaboradores, deveres dos empregadores

Setor de viagens e eventos corporativos movimentou R$ 75,9 bilhões em 2019

Costa Cruzeiros amplia estrutura para o setor MICE a bordo dos navios