Página Principal Revista EBS

Mercado MICE e o foco na economia da experiência

Imagem ilustrativa (Pixabay)
Viagens de incentivo para empresas vêm ganhando força como uma eficiente ferramenta de endomarketing

O segmento M.I.C.E (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions – Encontros, Incentivos, Conferências e Feiras) é um mercado consolidado e com um grande potencial de crescimento.

Nesse cenário bilionário, as viagens de incentivo para empresas vêm ganhando força como uma eficiente ferramenta de endomarketing e um segmento promissor para o trade de turismo. Uma pesquisa divulgada em janeiro de 2020 pelo IRF (Incentive Research Foundation) apontou que 94% dos executivos de empresas com melhor desempenho são fortes apoiadores de programas de incentivo e os consideram uma vantagem competitiva.

Com foco nessa perspectiva, muitas empresas estão buscando se reposicionar  no segmento. A TSB, por exemplo, recentemente passou a assinar como TSB MICE Specialist, visando se reposicionar  no mercado como  uma agência de design de experiência com o desafio do consumer experience, conceito que vem ditando as atuais relações das marcas e seus públicos por conta da revolução digital e a transição da economia dos serviços para a economia da experiência. Nossa expectativa é crescer 15% este ano, mantendo a média histórica da empresa e o percentual esperado pelo crescimento do mercado”, diz Renato Amaral, CEO da TSB MICE Specialist.

Satisfação dos clientes

A satisfação dos participantes foi classificada como a métrica mais importante de benefícios intangíveis para demonstrar o valor de um programa de incentivo para a gerência sênior, enquanto no ano anterior a quantidade de participantes das campanhas foi a principal métrica. Já do ponto de vista dos resultados tangíveis estão a diminuição da rotatividade de pessoal, aumento da produtividade, vendas, receita, participação de mercado, ganhos de satisfação e aquisição de clientes.

Segundo a Incentive Travel Industry Inde X, 73% dos DMCs (Destination Management Company), DMOs (Destination Management Organization) e fornecedores indicaram que a oferta one-of-a-kind, experiências exclusivas, foi o melhor método para agregar valor.

“Essa mudança com ênfase na satisfação do participante reflete a crescente importância do design para a economia da experiência e para os programas de incentivo. À medida que as preferências mudam de coisas materiais para a busca de experiências únicas, nos tornamos especialistas, pois temos de criar momentos memoráveis para que os participantes experimentem algo novo e exclusivo. A personalização é fundamental”, destaca Amaral.

Inesquecíveis experiências

A TSB MICE Specialist é uma das participantes confirmadas do primeiro Speed Meeting MICE de 2020, no dia 26 de março, no Meliá Paulista, em São Paulo (SP). A rodada de negócios é dirigida aos compradores e fornecedores de produtos e serviços para eventos corporativos, incentivos, treinamentos, congressos e feiras.

“Criamos projetos considerando a jornada de impacto que uma marca ou um evento podem ter em seu público. Não somos um departamento dentro de uma agência de viagens; somos uma empresa 100% focada no design de experiências. Acreditamos que o planejamento realizado nos mínimos detalhes gera grandes e inesquecíveis experiências”, conclui o CEO Renato Amaral.

Leia também:

O poder da colaboração e da experiência

Segmento MICE espera alcançar US $ 1.439,3 bi até 2025

Relacionados

O novo cenário corporativo

Grande São Paulo e outras 5 regiões entram na fase verde, com a liberação dos eventos

EBS Virtual 2020: mais de 3 mil espectadores acompanham o evento online

Presidente da ABEOC envia mensagem aos participantes do 5º Congresso MICE Brasil

18º Feira EBS e 5º Congresso MICE Brasil terminam hoje; confira programação

Confira os resultados da pesquisa “Termômetro MICE Brasil by MPI” apresentados na abertura do 5º Congresso MICE Brasil

5º Congresso MICE Brasil: segundo dia será dedicado à experiência

Feira EBS Virtual: confira os destaques do primeiro dia