Página Principal Revista EBS

Mercado MICE e o foco na economia da experiência

Imagem ilustrativa (Pixabay)
Viagens de incentivo para empresas vêm ganhando força como uma eficiente ferramenta de endomarketing

O segmento M.I.C.E (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions – Encontros, Incentivos, Conferências e Feiras) é um mercado consolidado e com um grande potencial de crescimento.

Nesse cenário bilionário, as viagens de incentivo para empresas vêm ganhando força como uma eficiente ferramenta de endomarketing e um segmento promissor para o trade de turismo. Uma pesquisa divulgada em janeiro de 2020 pelo IRF (Incentive Research Foundation) apontou que 94% dos executivos de empresas com melhor desempenho são fortes apoiadores de programas de incentivo e os consideram uma vantagem competitiva.

Com foco nessa perspectiva, muitas empresas estão buscando se reposicionar  no segmento. A TSB, por exemplo, recentemente passou a assinar como TSB MICE Specialist, visando se reposicionar  no mercado como  uma agência de design de experiência com o desafio do consumer experience, conceito que vem ditando as atuais relações das marcas e seus públicos por conta da revolução digital e a transição da economia dos serviços para a economia da experiência. Nossa expectativa é crescer 15% este ano, mantendo a média histórica da empresa e o percentual esperado pelo crescimento do mercado”, diz Renato Amaral, CEO da TSB MICE Specialist.

Satisfação dos clientes

A satisfação dos participantes foi classificada como a métrica mais importante de benefícios intangíveis para demonstrar o valor de um programa de incentivo para a gerência sênior, enquanto no ano anterior a quantidade de participantes das campanhas foi a principal métrica. Já do ponto de vista dos resultados tangíveis estão a diminuição da rotatividade de pessoal, aumento da produtividade, vendas, receita, participação de mercado, ganhos de satisfação e aquisição de clientes.

Segundo a Incentive Travel Industry Inde X, 73% dos DMCs (Destination Management Company), DMOs (Destination Management Organization) e fornecedores indicaram que a oferta one-of-a-kind, experiências exclusivas, foi o melhor método para agregar valor.

“Essa mudança com ênfase na satisfação do participante reflete a crescente importância do design para a economia da experiência e para os programas de incentivo. À medida que as preferências mudam de coisas materiais para a busca de experiências únicas, nos tornamos especialistas, pois temos de criar momentos memoráveis para que os participantes experimentem algo novo e exclusivo. A personalização é fundamental”, destaca Amaral.

Inesquecíveis experiências

A TSB MICE Specialist é uma das participantes confirmadas do primeiro Speed Meeting MICE de 2020, no dia 26 de março, no Meliá Paulista, em São Paulo (SP). A rodada de negócios é dirigida aos compradores e fornecedores de produtos e serviços para eventos corporativos, incentivos, treinamentos, congressos e feiras.

“Criamos projetos considerando a jornada de impacto que uma marca ou um evento podem ter em seu público. Não somos um departamento dentro de uma agência de viagens; somos uma empresa 100% focada no design de experiências. Acreditamos que o planejamento realizado nos mínimos detalhes gera grandes e inesquecíveis experiências”, conclui o CEO Renato Amaral.

Leia também:

O poder da colaboração e da experiência

Segmento MICE espera alcançar US $ 1.439,3 bi até 2025

Relacionados

Compradores e fornecedores ser reunirão na maior rodada de negócios do setor MICE

Feira EBS 2021 abre credenciamento

Retomada da indústria dos eventos corporativos com rodadas de negócios presenciais

Feira EBS Nova Data

O principal evento do setor MICE no Brasil será em Outubro

Atendimento deve ganhar ainda mais protagonismo no pós-crise

Feira EBS 2021 - nova data

Edição de 19 anos da Feira EBS será em Setembro

O novo cenário corporativo

Grande São Paulo e outras 5 regiões entram na fase verde, com a liberação dos eventos