Página Principal Revista EBS

Características procuradas em um candidato em potencial

entrevista
Dicas para recrutadores e candidatos
Os potenciais colaboradores são avaliados pela sua capacidade de crescimento

O recrutador sempre procura em um candidato o seu potencial. Esse fator é especialmente avaliado quando trata-se de um candidato que está iniciando a carreira. Não faz muito sentido avaliar aqueles que estão iniciando a carreira da mesma forma que um candidato que traz uma bagagem.

Os novatos precisam algo a mais para colocar na mesa, uma vez que não tem muita experiência de trabalho ou familiaridade com o ambiente, é necessário ser ágil para entender as dinâmicas do trabalho e aplicar novas ideias por conta própria.

Selecionamos algumas qualidades concretas que sinalizam potencial em candidatos do nível básico ao mais avançado – além de algumas dicas para que candidatos demonstrem essas características.

1. Determinação

Além do diploma da graduação e da prós, o colaborador deve está comprometido em aprender seu ofício e ser determinado a ter sucesso. É possível que a capacidade técnica dê lugar ao tal do impulso; as habilidades adquiridas em outras fases da vida e experiências de trabalho anteriores podem ser transferidas, mas é necessária a de-ter-mi-na-ção.

2. Paixão

Dois parentes bem próximos: a paixão e a determinação, porém são cada um tem sua característica. O primeiro é traz a criatividade e o entusiasmo, e o segundo é leva consigo a estratégia e ambição; ambos são fortes indicadores de um potencial de sucesso na carreira e na vida.

Mas como avaliar a paixão de um candidato, é necessário avaliar seu entusiasmo em fazer parte daquela equipe de trabalho. O candidato será capaz de trazer novas idéias ou energia renovada? O que eles vão trazer para o negócio? É necessário buscar pensamento criativo, vontade de aprender. O avaliador também deve se sentir entusiasmado com a ideia de treiná-los, uma vez que seu amino será combustível para o crescimento do colaborador.

3. Autoconsciência

A ideia geral é de que qualquer novo contratado venha para agregar, para crescer junto com a empresa. Portanto, é necessário que ele tenha consciência de si mesmo e de como se encaixa na cultura geral da empresa.

Nesse ponto é importante ter uma comunicação clara, durante o feedback em que o novo colaborador esteja aberto a críticas construtivas, senão ele corre o risco de reduzir seu próprio potencial de crescimento e evolução. É vital que os líderes saibam exatamente quais características não querem e o que querem ver em seus novos colaboradores.
Sendo assim, encontre alguém que esteja aberto às ideias dos outros, que respeite as diferenças de seus colegas e que receba bem os feedbacks – resumindo, alguém autoconsciente de seus pontos fortes e fracos aberto a aprender e se adaptar.

4. Aptidão

Cada novo contratado deve ter capacidade de aprender rápido para atingir seu potencial, nesse quesito nada substitui a boa e velha aptidão.

Faça avaliações e perguntas que permitam ao candidato demontram sua curiosidade.
Alguns entrevistadores até elaboram exercícios e práticas que dão aos candidatos a chance de mostrar seu potencial: “não me diga o que pode fazer, me mostre”.

Tendo esses atributos em mente é possível identificar entre os candidatos aqueles com maior potencial para assumirem posições de liderança futuramente. E caso você seja o candidato em questão, lembre-se que os recrutadores e gestores estão sempre avaliando seu potencial. Em caso de dúvida, tome iniciativa e coloque em prática o que discutimos aqui.

Relacionados
Eventos Sustentáveis: melhores práticas para o mercado de eventos

Eventos Sustentáveis: melhores práticas para o mercado

turismo-experiencia

Turismo de experiência

speed-meeting-1

Speed Meeting RH: oportunidades para o setor

A gestão na 4ª Revolução Industrial

Brasileiros nadando a favor da maré da inovação

Brasileiros como fonte de inovação

Recursos Humanos High Tech

O que muda em nossas vidas com a Lei de Dados Pessoais

7 dicas para melhorar suas habilidades de comunicação