Página Principal Revista EBS

As 4 perguntas para quem vai empreender

Imagem (Pixabay)
Empreender é a palavra do momento. Mas antes de escolher qualquer negócio...

Empreender é a palavra do momento. Mas antes de escolher qualquer negócio, segmento ou hobby para empreender, é preciso pensar em quatro itens essenciais para o sucesso. São quatro perguntas que cada empreendedor deve fazer para si mesmo:

Quem sou eu e o que me move?

A primeira delas é ter certeza de que esse projeto tem a ver com você, com seus planos. Isso é primordial, já que você vai dedicar todos os seus esforços para que ele dê certo. Encare isso como seu propósito individual. O trabalho empreendedor requer um altíssimo grau de dedicação; portanto, seu projeto deve correr em suas veias e no coração.  

O que eu sei fazer bem?

O segundo item é ter habilidade. Estamos num mundo extremamente competitivo, e a competência é pré-requisito. Você deve dominar as questões técnicas. Competência é muito mais do que saber fazer bem feito, é estar preparado para inovar, é perceber tendências e antever oportunidades.

Quem eu conheço e pode me ajudar?

O terceiro item, o boca a boca, é essencial. Começa com sua rede de conhecidos, familiares, parentes e amigos. Mas ele deve se sustentar e ser ampliado. E isso pode ser feito por meio da comunicação digital, como as mídias sociais e os blogs, além de cartão de visita, folder –  o que for necessário para seu caso. Divulgar, compartilhar, se relacionar é tudo nessa era digital. Assim, você se torna a referência no setor em que empreende.

O que eu tenho para começar?

A quarta pergunta ser levada em consideração é avaliar quais recursos você tem para começar. Pense no mínimo, não gaste tanto no começo. A ação vai gerar rotatividade, e conforme sua empresa for crescendo, destine uma reserva para investir no seu próprio negócio. Muitos empreendedores deixam de empreender porque ficam esperando a situação ótima, e essa situação nunca vai chegar, ainda mais em um momento de crise.  

Se você pensou bem nesses itens e percebeu que tem condições de empreender, tenha em mente que é sempre necessário ter coragem, que nada mais é do que agir com o coração. Agir com o coração é encarar o medo e fazer algo que te inspire! Coloque o coração em tudo e enxergue pela perspectiva do outro. A partir do momento em que pensamos no outro, este se sente acolhido e o seu negócio fará sentido. 

Assim que você fizer sua escolha e tudo estiver engatilhado para começar, tenha em mente que, a partir desse momento, você será um empresário. Portanto, precisa pensar como tal. Ter cabeça de empresário é investir em ferramentas para se aprimorar nessa nova profissão, não só em conhecimento técnico, mas de gestão também.  

Autor(a)

Marcelo de Elias

Marcelo de Elias

Palestrante internacional. Professor da FGV, Fundação Dom Cabral e Franklin Covey.Premiado pela Associação Brasileira de Liderança como o melhor palestrante sobre Mudanças e Gestão. Um dos palestrantes destacados pela revista TED, que apresentou as referências no mercado de palestras. Participou de visitas técnicas com outros grandes palestrantes em Dubai e Israel.Experiência como Executivo de Recursos Humanos. Diretor da consultoria Academia de Empresas, empreendedor e empresário. Formação internacional na Universidade de Tampa na Flórida/EUA. Administrador com MBAs pela USP e FGV. Formação executiva pela Fundação Dom Cabral. Realizou intercâmbio técnico-profissional em diversas empresas americanas. Mestrado em Inovação, Empreendedorismo e Design Thinking.Fundador da “Universidade da Mudança“, o maior portal brasileiro de conteúdo sobre mudanças.Assina colunas em sites e revistas. É coautor do livro “Ser Mais em Gestão de Pessoas” e autor do audiolivro bestseller “Como ser um RH Estratégico”.Para saber mais: contato@monteiroassessoria.com.br | (11) 2863-7457

Relacionados

Você pode evitar que o coronavírus quebre seu negócio

Coronavírus no Brasil: Entidades se unem em prol do setor

Feira EBS

Feiras e eventos no Brasil seguem a todo vapor

Empregos no turismo crescem 3,2%, segundo IBGE

Salvador acaba de ganhar novo Centro de Convenções

Mary Kay lança Women’s Entrepreneurship Accelerator

Mesa redonda prepara discussões para Feira EBS

Feira EBS oferece oportunidade de gerar negócios