Página Principal Revista EBS

Regras essenciais de marketing para eventos

marketing para eventos
PhotoMIX-Company/Pixabay
Algumas ideias simples de se implementar podem fazer com que os visitantes apareçam no próximo evento

Um ponto crucial sobre os eventos é a conexão com os participantes. Além das mídias tradicionais, como banners on-line e e-mails diretos, outros métodos conseguem trazer benefícios para o marketing para eventos. Existem diversos veículos promocionais acessíveis e de fácil implementação, que auxiliam na captação do público alvo, além do entusiasmo dos participantes. Assim, é importante seguir algumas regras que auxiliam diretamente a área.

1 – Conecte-se com sua comunidade

Nada como a proximidade para saber quais são as necessidades do seu público. Para isso, é importante que os participantes se envolvam em reuniões, por exemplo, onde possam orientar sobre temas e contribuir com sugestões diversas. Essa é uma ótima tática para incorporar perguntas e insights em apresentações, direcionando (ou redirecionando) conteúdos para diferentes iniciativas.

Outro ponto importante é a realização de pesquisas, no pré e pós evento, a fim de descobrir antecipadamente informações que podem aumentar o interesse na participação do encontro. O fato de incentivar o público a compartilhar informação e, de certa forma, se envolver com o evento, é uma maneira eficiente de conseguir resultados positivos.

2 – Parceria com palestrantes

Os palestrantes podem ajudar diretamente na promoção e conscientização do evento, aumentando potencialmente o alcance de público. Através de postagens em suas redes sociais, a divulgação de um encontro direcionado para algum mercado específico consegue atingir um número expressivo de pessoas com interesse em nichos específicos.

Além disso, é importante conectar os palestrantes com o público presente, através de meet and greets, conferências, e até mesmo um café. O importante é oferecer a oportunidade para que os palestrantes se envolvam com o público e compartilhem conteúdos relevantes com os presentes.

3 – Apresente razões para seu público voltar

Para que seu público continue voltando aos seus eventos, é importante que você apresente razões para isso, e o marketing para eventos está aí para ajudar. Assim, é importante fornecer informações sobre programas e temas relacionados ao seu mercado, com um fluxo constante de material que possa agregar valor. O blog é um dos meios mais utilizados hoje em dia, um espaço onde é possível compartilhar diferentes informações, desde dicas sobre o mercado, até guias completos. A criação de materiais como vídeos e podcasts também são essenciais, seguindo as tendências das mídias de compartilhamento de conteúdo.

4 – Colete e responda aos feedbacks

Saber a opinião de quem participou do seu evento é algo primordial. Mas podemos ir além e promover uma conexão maior com o público. Para isso, vá além das simples pesquisas e questionários, e invista em uma aproximação pelo site, boletins infirmativos por e-mail, pesquisas nas redes sociais, e aumente a possibilidade de descobrir o que eles acharam do seu encontro – e, principalmente, o que eles gostariam de ver nas próximas edições. Incentive a sugestão de tópicos, palestrantes, configurações do evento, e o que mais achar necessário. Nunca é cedo demais para envolver público.

Essas regras para o marketing para eventos são essenciais nos planejamentos e, quando bem aplicadas (combinadas com criatividade e as tecnologias já disponíveis no mercado), podem apresentar resultados surpreendentes para o evento e o seu público.

Relacionados

No Vestiário

Em Barcelona, show teste para 5.000: não há sinal de contágio de Covid-19

“ABCasa Live On” terá um mês de lives com os melhores fornecedores do Brasil

Acreditando no reaquecimento do mercado, Hilton assume Almenat em São Paulo

Lições do CES 2021 para gerar receita com eventos virtuais

SP poderá ter eventos com 25% da capacidade na fase de transição

Alívio na pandemia: plano de recuperação para os setores de eventos e de turismo é aprovado no senado

Show reúne 5.000 pessoas em Barcelona, após testes de covid-19