Página Principal Revista EBS

O Futuro dos Eventos no Brasil será tratado na Expo Retomada

Foto: Pixabay
Planejamento, organização, mobilidade e rentabilidade dos eventos e grandes feiras de negócios no "novo normal" farão parte dos conteúdos da Arena Show da Retomada, que começam no dia 14, às 14h, no São Paulo Expo

Publicado em 09/10/2020

O futuro do segmento de eventos no Brasil é um dos temas tratados na programação da Expo Retomada, o primeiro evento modelo em segurança após o advento da pandemia no estado de São Paulo, anuncia conteúdos já confirmados para os próximos dias 14 e 15 de outubro, no São Paulo Expo, na capital Paulista.

A programação da Arena Show da Retomada começa às 14h do dia 14, abordando sobre as Estratégias para Organização de Eventos no Novo Normal. O primeiro eixo de conteúdo terá co-realização com a UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras e com a ABEOC – Associação Brasileira de Empresas de Eventos. Sob o tema “As Grandes Feiras – Impacto Econômico/Calendário/Novos Formatos”, o primeiro painel do dia já foi definido, com a moderação de Paulo Octavio Pereira de Almeida, managing partner da Live Marketing Consultoria e co-fundador da Expo Retomada. Na sequência, às 15h30, o painel “Os grande Congressos – Novos formatos/Impactos/Tecnologia disponível” será moderado por Fatima Facuri, Presidente da ABEOC.

Para o segundo dia do evento, o eixo com foco na mobilidade do futuro e o conceito / rentabilidade dos eventos já está confirmado, com a co-realização da ALAGEV – Associação Latino Americana de Gestores de Viagens e Eventos Corporativas e da Think Tank/ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas. O primeiro painel, às 14h30, será sobre “O futuro MOBILIDADE corporativa: Quais os desafios?”, com a moderação de Ricardo Ferreira, da Think Tank Mobilidade.

A partir das 16h, o eixo de conteúdo terá como foco o Planejamento de Evento – O que pensam as Agências e os Clientes, com a co-realização da AMPRO – Associação de Marketing Promocional.

O painel “Insights da sessão de Design Thinking: O Futuro dos Eventos”, às 16h, será apresentado em conjunto com a CBIE – Câmara Brasileira da Indústria de Eventos e terá moderação do presidente executivo da AMPRO, Alexis Pagliarini. Às 17h, a AMPRO coordena também o painel “Construindo resultados pós-crise”.

Para comemorar em grande estilo o retorno do setor de Eventos, ao final do segundo dia da Expo Retomada, o mercado do Live Marketing terá ainda a revelação dos ganhadores da primeira edição do Prêmio Live, que vai homenagear e reconhecer as empresas, empresários e profissionais que criam e executam ativações para marcas nos mais diversos ambientes e segmentos na América Latina.

A escolha dos ganhadores contemplará cases com soluções para promoções ao consumidor, eventos corporativos, programas de incentivo, presença em exposições e feiras de negócios, além de todas as atividades que permeiam a jornada do shopper. Foram mais de 200 profissionais e 150 empresas concorrentes nas quatro grandes categorias: Pro, Cases, Enterprise e Grand Prix além da categoria LATAM, com a participação de agências da Argentina, Chile, Colômbia e Uruguai. A cerimônia será às 18h, no auditório central do São Paulo Expo.

Voltada para os players da indústria de eventos corporativos, feiras de negócios, turismo de negócios e Live Marketing, a Expo Retomada foi planejada como um evento modelo, que contará com a aplicação de todos os protocolos de segurança e boas práticas já desenvolvidos para o setor de eventos. Além do conteúdo e da premiação, as principais tendências para os eventos de negócios serão apresentadas na feira, junto com diversas inovações em serviços e produtos que atendem às necessidades do atual cenário.

O evento pretende reunir cerca de 40 expositores, entre eles já estão confirmados os promotores de Exposições e Feiras Francal, Couromoda, Fiera Milano, Messe Dusseldorf, Nuernbergmesse Brasil;  destinos, como Foz do Iguaçu; espaços, como Centro de Convenções Rebouças, além das empresas AP&S, Clarion Events, Eventesse, Grupo R1,  JA Eventos, MChecon, Programasom, Triart, Bueno Cenografia, Evestream, Plithy Locações, Grupo Trio, Visual Imagem, Fulstanding, Mitte Tecnologia para Eventos,  Grupo Trio, Cipa, Associação de Buffets, Plus Locação, Facility Doc, Proma/Rofer, Trans Executiva, Bagum & Mais, Global Marketing Fairs e CSS.

A visitação será gratuita. Para garantir o cumprimento das regras de segurança, será dividida em dois grupos por dia, respeitando o máximo de 5% de capacidade do pavilhão do São Paulo Expo.

O credenciamento deverá ser feito pelo site , escolhendo um dos intervalos disponíveis: das 14h às 17h ou das 17h às 20h, nos dois dias do evento. O acesso somente será permitido no dia e horário escolhidos.

A Expo Retomada 2020 é um evento sem fins lucrativos, que conta com apoio oficial da UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras, AMPRO – Associação de Marketing Profissional, ABEOC Brasil – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes, ABRAFESTA – Associação Brasileira de Eventos, ALAGEV – Associação Latino Americana de Gestores de Viagens e Eventos Corporativas, Abralimp – Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional, ABBFEC – Associação Brasileiras dos Buffets e Eventos Corporativos, MPI BRAZIL – Meeting Professionals International Brazil, SINDIPROM|SP – Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo.

Outros detalhes pelo site: www.exporetomada.com.br

Relacionados

“Testagem!” para manter os negócios funcionando no mercado de eventos e feiras

Expo Retomada abre credenciamento para etapa presencial

manifestação BH

Profissionais de eventos fazem pedido de socorro em BH

A partir de Outubro, eventos para até 600 pessoas estão liberados em SP

AMPRO assina Manifesto da Câmara Brasileira da Indústria de Eventos

mp-eventos

Lei preserva empresas de eventos mas consumidor pode ficar insatisfeito

Governo do RS publica decreto autorizando retorno dos eventos no estado

Governo não inclui eventos na relação de setores da economia mais afetados pela pandemia