Página Principal Revista EBS

Futuro das campanhas de Incentivo e premiações

Foto: Assessoria
Especialistas do mercado de Incentivo apresentam tendências e informações sobre o futuro das campanhas e viagens de incentivos pós-pandemia

Publicado em 21/05/2021

Diversas tendências para as campanhas de incentivo no pós-pandemia foram abordadas por especialistas durante o AMPRO Live Talks – O Futuro das Campanhas de Incentivo – Loyalty e Premiação, que aconteceu no último dia 18 de maio, coordenado pela AMPRO – Associação de Marketing Promocional / Live Marketing.

O encontro online falou sobre como o mercado de incentivo deve continuar se comportando nos próximos anos, passando por diversas modalidades, como as viagens de incentivo, os programas de fidelidade e as ações de cashback.

“A pandemia trouxe novos desafios para empresas e reforçou como é complexa a relação de trabalho. Além de impulsionar os trabalhadores e estimular a retomada do setor produtivo, a premiação pode ser muito bem trabalhada como instrumento de alavancagem da economia. A diferenciação legal entre salário e premiação, obtida recentemente, também cria muitas oportunidades no campo do incentivo a funcionários. Usar a premiação com um ótimo trabalho de engajamento com o RH das empresas vai ser muito mais comum daqui em diante”, analisou Willian Gil, Diretor de relações institucionais da Sodexo Benefícios e Incentivos.

O contexto das viagens de incentivo foi abordado por Sidney Alonso, Presidente América do Sul do Site – Society for Incentive Travel Excellence e da Avant Garde. No topo da preferência entre as premiações, a modalidade já começa a ser retomada em alguns países, com previsão de recuperação entre 18 e 24 meses após a vacinação ampla, segundo dados do último levantamento do Site pelo mundo.

“64% das pessoas falam que viajar será prioridade após a pandemia, só perdendo para o encontro com familiares que não tem visitado, diz a pesquisa. E as viagens de incentivo são a modalidade que mais trazem retorno, com um recall de até 300 dias para quem participa, contra uma média de 60 dias para outros prêmios”, afirmou Alonso.

De acordo com o presidente do Site, as principais mudanças para a modalidade estarão no seu formato: grupos menores, com enxugamento da capacidade de vários locais; inclusão de atividades de responsabilidade social (CSR), sustentabilidade e “fair trade”; momentos de maior convivência e aprendizado, com atividades que tragam conhecimento adicional ao grupo; e busca por destinos com forte significado e identidade com a campanha, inclusive com ações para engajar os não ganhadores, para motivar quem deu o seu melhor e não alcançou as metas.

As tendências foram confirmadas por Sarah Buchwitz, Vice-Presidente de Marketing e Comunicação da Mastercard Brasil. Sarah abordou ainda a ampliação do conceito de fidelidade para afinidade na elaboração das campanhas e sobre o futuro do marketing.

“Novas tecnologias vão impactar o promocional, principalmente as de dados, vão dar ferramentas para customizar cada vez mais a entrega dos prêmios. O futuro também passa pelo modelo híbrido das premiações, com o virtual nos dando escala. Tecnologia vai ser commodity, a diferenciação será por meio das conversas relevantes, trazendo diversidade, pautas ligadas ao contexto da sociedade, por meio do engajamento dos consumidores com a marca”, pontuou. “O marketing promocional também será mais ligado à agenda de CSR e ao marketing de causas, como uma ação do tipo ‘Pague com aproximação e doe X para ajudar pessoas que estão passando fome”.

Para finalizar, em um bate-papo com Evanildo Barros Jr., Chairman e CSO da Vertem, o fundador do Méliuz e Empreendedor Endeavor, Israel Salmen, abordou sobre o histórico e a importância do cashback como ferramenta de incentivo. “É uma ferramenta magnífica pra empresas diversificarem suas ofertas”, enfatizou. “Diferente do sistema de pontos, o modelo de cashback é mais palpável, onde 1 real é igual a 1 real. Há muitos interessados em premiações em dinheiro. O brasileiro cansou de receber o cupom de 10% off no inbox do e-mail. O cashback traz outra possibilidade porque, independentemente do preço pago pelo produto, seja com desconto ou não, há um retorno para o consumidor”, exemplificou.

O AMPRO Live Talks teve mais de 200 inscritos. “O sucesso do evento mostra claramente a força do marketing de incentivo e sua aplicação no contexto atual, quando motivar passa a ser fundamental para o sucesso das empresas”, avalia o presidente executivo da AMPRO, Alexis Pagliarini.

“Acredito que o evento tenha atingido seu objetivo de levar ao conhecimento dos participantes a importância do marketing de incentivo para as ações motivacionais presentes e futuras, debatendo as principais tendências nas visões do segmento e do cliente”, complementa o diretor do Comitê de Marketing de Incentivo da AMPRO, Ricardo Albregard.

Relacionados

Por que a retomada ainda não decolou?

AMPRO Globes Awards bate recorde de inscrições

Retomada da indústria dos eventos corporativos com rodadas de negócios presenciais

AMPRO alerta agências sobre vigência das punições da LGPD

Carta de Santos é assinada por entidades da Indústria de Eventos

Os impactos da COVID-19 e as perspectivas de 2021 para o setor de feiras e eventos de negócios

EXPO RETOMADA recebe mais de 800 visitantes testados em Santos

Agile Marketing para agências e clientes na AMPRO Saber