Página Principal Revista EBS

Alerta Vermelho no setor de Eventos

Foto: Divulgação/ Assessoria
Luzes vermelhas chamam atenção para a situação do mercado de eventos ocasionada pela pandemia

Publicado em 30/06/2020

Os Centros de Convenções e Pavilhões de São Paulo serão iluminados por luzes vermelhas. Essa ação tem como objetivo chamar a atenção para as demandas de eventos e, ao mesmo tempo, promover uma mensagem de otimismo e união entre os players do setor.

O mercado de eventos — responsável hoje por 12,93% do PIB e por 25 milhões de empregos — foi um dos mais afetados pela pandemia e enfrenta ainda muitas incertezas para a retomada de suas atividades. Empresas como o Transamerica Expo Center, Expo Center Norte, São Paulo Expo e o Centro de Convenções Frei Caneca, já prepararam seus serviços para encarar a nova realidade com soluções que possibilitem outros formatos de eventos, mais seguros e adaptados aos protocolos sanitários.

Para o setor, este é o momento da convergência de ideias e da defesa dos interesses de toda a cadeia de produção. Os pavilhões irão exibir luzes vermelhas até a realização do primeiro evento e, depois, um refletor projetando uma luz verde indicará a retomada dos negócios.

Grupo EventoFacil apoia o Alerta Vermelho

O Grupo EventoFacil, desenvolve eventos de relacionamento e negócios totalmente dedicados ao mercado de eventos, apoia o movimento. O logotipo da Feira EBS permanecerá em vermelho em apoio ao movimento, e será alterado somente quando for realizado o primeiro evento no Brasil.

A Feira EBS, mais importante evento dirigido ao segmento MICE no Brasil, está agendada para os dias 16 e 17 de setembro de 2020, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

A exposição contará com fornecedores de soluções para o segmento de eventos corporativos, incentivos, congressos e feiras.

Leia também:

Relacionados

Validade dos profissionais no mercado de trabalho

São 840 mil empregos ameaçados no setor de eventos no Paraná

turismo brasileiro

5º Fórum Brasileiro de Turismo debate o crescimento do setor no pós Covid-19

Rio de Janeiro adia a reabertura de teatros, cinemas e casas de eventos

Centro de Convenções Rebouças

Rebouças disponibiliza estúdio para evento virtual

prejuízo-eventos-pandemia

Eventos: R$ 90 bilhões em prejuízo pela pandemia

Transformação digital e o “novo normal” para o setor de eventos

CES 2019

CES, maior conferência de tecnologia do mundo, será virtual em 2021