Página Principal Revista EBS

Quem sabe a data para reabertura de feiras e eventos em São Paulo?

retomada-eventos-feiras-sp
Foto: Gerd Altamnn / Pixabay
Plano de retomada no Estado de São Paulo deve ser iniciado em 1º de junho

Publicado em 26/05/2020

Segundo o portal G1, o plano de retomada gradual da economia do Estado de São Paulo, que será anunciado nessa quarta-feira (27/05). Nesse plano saberemos até quando a retomada do setor de feiras e eventos não deve acontecer.

O plano, dividido em quatro etapas, leva em consideração a classificação de cada região do estado, que serão definidos conjunto com a Secretaria de Saúde e o Comitê de Contingência do Covid-19.

A taxa de isolamento, número de casos e taxa de ocupação nos leitos de UTI serão os principais fatores avaliados periodicamente para liberação das atividades. O cumprimento dos critérios a cada 14 dias podem levar ao maior relaxamento, ou impor uma maior restrição a cada 07 dias (ou imediatamente, caso haja piora da situação).

Reabertura das feiras e eventos no Estado de São Paulo

O setor de feiras e eventos ainda terá que aguardar um pouco mais para retomar às atividades. Segundo a reportagem, até 20 de julho, alguns setores permanecerão fechados, independente da região do estado, ou mesmo dos números apresentados pela área da saúde.

Os setores proibidos até 20 de julho:

  • Feiras;
  • Clubes;
  • Cinemas;
  • Igrejas;
  • Teatros;
  • Academias;
  • Museus;
  • Bibliotecas;
  • Atividades culturais, de lazer, esportivas coletivas;
  • Shows, boates;
  • Festas públicas e particulares;
  • Exposições;
  • Jogos;
  • Leilões;
  • Reuniões sociais;
  • Utilização de praças e outros locais públicos para a prática de esportes e atividades que provoquem aglomerações.

Go Live Brasil na retomada de feiras e eventos

O movimento Go Live Brasil pretende se mobilizar apresentando a importância do setor para a retomada da economia de todo o país.

“Toda a recuperação no setor de eventos levará a investimentos incrementais em viagens, hotéis, restaurantes, shopping centers, entretenimento e atividades culturais, apoiando a retomada de negócios de vários setores das comunidades, também dizimados pelo COVID-19″ – trecho extraído do documento elaborado pela coalização Go Live Brasil.

A indústria de Eventos Brasileira é uma das mais importantes na geração de empregos e movimentação econômica. É responsável por cerca de 25 milhões de empregos (diretos e indiretos), e por um faturamento anual de cerca de 936 bilhões/ano, que corresponde a 12,93% do PIB nacional.

“Nosso movimento atuará junto às autoridades e líderes de opinião para que mantenham no radar a retomada dos Eventos, tão logo possível, de forma responsável, porém proativa”, salienta Juan Pablo de Vera, um dos intermediadores do movimento.

Fonte: G1

Leia também:

Relacionados

EXPO RETOMADA convoca participantes para retestagem de covid

Prefeitura cancela Oktoberfest Blumenau 2021

EXPO RETOMADA reafirma protocolos para retorno seguro dos eventos de negócios

EXPO RETOMADA recebe mais de 800 visitantes testados em Santos

Protocolo sanitário e testagem em massa farão da Expo Retomada referência de evento seguro

ABCasa Fair volta ao calendário de eventos da capital paulista

Vacinas x retomada no setor de eventos

EXPO RETOMADA será o evento-teste na modalidade eventos de Negócios para SP