Página Principal Revista EBS

Feira EBS traz palestra sobre assédios sexual e moral em eventos

Tema abre a programação das Arenas Experience, conteúdos gratuitos para os visitantes do principal evento dos segmentos MICE e de T&D

É preciso tecnologia, inovação e segurança. No entanto, não se pode falar em crescimento do setor de eventos enquanto não houver respeito. Enquanto assédios sexual e moral fizerem parte do cotidiano de empresas e agências, haverá contradição entre trabalho em equipe, discriminação e abusos físicos e psicológicos. Pensando nisso, a 17ª edição da Feira EBS, marcada para o próximo mês, incluiu em sua programação a abordagem do tema que cada vez mais preocupa a sociedade: a violência contra a mulher. Embora homens também sejam vítimas de humilhações no ambiente profissional, é o público feminino que mais sofre.

O assunto será abordado pela advogada, sócia do Tini e Guimarães Advogados, Isabela Guimarães Del Monde, no dia 5 de junho, data de abertura do evento, às 14h30, no Centro de Convenções Rebouças, na capital paulista. Serão dois dias de debates com especialistas em comunicação, marketing e relacionamento. O conteúdo das Arenas é gratuito.

Com o tema “Assédio Moral e Sexual no segmento de Eventos”, a palestra busca mostrar as origens do assédio para que ele possa ser compreendido globalmente, já que dados apontam que a maioria das mulheres ainda sente culpa em ter sofrido agressão e outras têm dificuldade em identificar a situação. “Vamos conferir aos espectadores reflexões e estratégias de redução dos casos de assédio, bem como tratamento de denúncias internas”, disse Isabela, que também é integrante do Comitê de Relações Humanas da AMPRO – Associação de Marketing Promocional.

O Manual ABA de Boas Práticas e Responsabilidade pelo Fim do Assédio em Eventos, produzido pela Associação Brasileira dos Anunciantes, com o apoio da AMPRO, mostra que 99,6% das mulheres já foi vítima de alguma situação indesejada. Seja física ou moral, todas as investidas foram sem permissão, gerando medo e indignação. No documento, fica claro que o assédio sexual acontece quando uma pessoa tenta constranger a outra com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual.

O texto explica que não é uma paquera ou um começo de namoro, é um avanço sexual sem consentimento que causa incômodo e sofrimento, é sentido como agressão física e psicológica. “A culpa e a responsabilidade desse comportamento nunca são da vítima, mas sempre de quem pratica o assédio. Interrupções constantes de falas, comunicação aos berros e convites de cunho sexual são formas de assédio e não devem ser praticadas”, destacou a advogada.

Um dos principais motivos para o constante aumento das estatísticas é a falta de denúncias. Após ouvir 2.084 pessoas em 130 municípios brasileiros, uma pesquisa realizada pelo Datafolha, a pedido do Fórum de Segurança Pública, apontou que 52% das mulheres que sofreram alguma agressão em 2018 ficaram caladas. “É muito importante que não haja silenciamento da vítima, que ela não seja estimulada a ficar calada para não causar problemas e é fundamental que as empresas e líderes declarem e apliquem tolerância zero a esse tipo de comportamento”, enfatizou a especialista.

Para Isabela, é essencial a abordagem do assunto, pois é um tema delicado que precisa ser desmistificado. Afinal, não se trata apenas de assédio sexual, mas de outros tipos de abordagem, como os casos de discriminação relacionada a maternidade. “Muitos mitos e falácias circundam esse assunto. Portanto, é fundamental contar com dados, pesquisas e especialistas no assunto, pois a empresa pode estar cercada de boas intenções que, na verdade, podem mais atrapalhar do que ajudar, perpetuando o ciclo de violência”.

A feira

Considerada a principal feira do segmento MICE e T&D do Brasil, a Feira EBS comemora o seu 17º ano em 2019, mantendo o objetivo de reunir toda a cadeia produtiva desta indústria em um único lugar. De um lado, os profissionais de marketing, eventos, RH, treinamento, incentivo e compras das principais empresas do país, do outro, empresas fornecedoras de produtos e serviços para esse mercado.

Serão dois dias intensos, onde acontecerão simultaneamente diversas ações: a Feira EBS (exposição), o Congresso MICE Brasil (conteúdo pago); as Arenas Experience (conteúdo gratuito) e o Speed Meeting (rodada de negócios). As inscrições já estão abertas, mais detalhes: www.feiraebs.com.br

A EBS é promovida e organizada pelo Grupo EventoFacil, que organiza e promove feiras de negócios e eventos de relacionamento, publica revistas, guias e aplicativos, e foi o criador do primeiro clube exclusivo para gestores de eventos – o EBS Buyers Club. Especialista no segmento MICE, o grupo trabalha para gerar conteúdo, networking qualificado e negócios para toda a cadeira produtiva deste mercado, reunindo clientes finais, agências e fornecedores de produtos e serviços para eventos corporativos e incentivos.

Serviço: Feira EBS – Evento Business Show 2019

Datas: 5 e 6 de junho de 2019

Horário: das 13h30 às 19h

Local: Centro de Convenções Rebouças

Endereço: Avenida Rebouças, 600 – Pinheiros, São Paulo – SP

Inscrições e detalhes: www.feiraebs.com.br e www.congressomicebrasil.com.br

Veja também:

Relacionados

EXPO RETOMADA convoca participantes para retestagem de covid

Prefeitura cancela Oktoberfest Blumenau 2021

EXPO RETOMADA reafirma protocolos para retorno seguro dos eventos de negócios

EXPO RETOMADA recebe mais de 800 visitantes testados em Santos

ABCasa Fair volta ao calendário de eventos da capital paulista

Tendências para os Eventos 4.0

ABEOC Brasil tem parceria com Câmara Nacional de Arbitragem de Eventos e Turismo

Setor de eventos se considera preparado para o retorno das atividades, aponta pesquisa