Página Principal Revista EBS

Ministério da Saúde recomenda cancelamento apenas de eventos em massa

O governo ainda pediu para que se o evento não puder ser cancelado ou adiado, seja realizado sem público

O Ministério da Saúde, por meio de uma videoconferência transmitida pelo nesta sexta-feira (13/3), fez nova recomendações gerais para os estados do Brasil e outras específicas para os locais com transmissão local e comunitária do novo coronavírus (COVID-19). Uma delas é o cancelamento ou adiamento de grandes eventos, sejam eles governamentais, esportivos, culturais ou políticos.

Eventos e atividades em locais fechados com aglomeração (a partir de 500 pessoas), sejam eles governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais, religiosos e outros: os organizadores ou responsáveis, devem cancelar ou adiar, se houver tempo hábil. Não sendo possível, recomenda-se que o evento ocorra sem público.

Entre os eventos já cancelados e/ou adiados estão: Intermodal, Feicon Batimac e Laad Security.

Relacionados

Fornecedores do setor de eventos preparados para a retomada das atividades

Centro de Convenções Rebouças atua na linha de frente da Covid-19

drive-in são paulo

Drive-in chega ao Memorial da América para a retomada

Protocolos de SP para eventos e turismo, mas sem data de reabertura

“Transformações do consumo para o futuro” – webinar FOHB

Cancelamentos de eventos podem deixar 3 milhões sem trabalho

Patrícia Ellen, Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Governo de São Paulo vai intensificar conversa com setor de eventos

Foz do Iguaçu se prepara para a retomada do turismo