Página Principal Revista EBS

Empreendedor protagonista: O futuro é agora e as escolhas são suas

Foto: Divulgação
Misturar elementos, maiores as possibilidades de se fazer algo novo...

Publicado em 07/10/2020

Essa história que o futuro é uma coisa lá na frente, não é mais verdade.

O mundo mudou. Inovar, buscar fazer conexões com coisas novas é uma questão de sobrevivência. Quanto mais se consegue misturar elementos, maiores as possibilidades de se fazer algo novo, e eu denomino isso como mentalidade protagonista.

O comportamento do protagonista exige algumas características importantes, já que o tempo corre cada vez mais veloz e as possibilidades são muitas. Os clientes estão mais exigentes: pesquisam, comparam, se posicionam quando estão insatisfeitos.

Como lidar com tantas mudanças?

É fato que os negócios hoje precisam se adaptar, se modernizar, e, para isso é preciso testar novos formatos inovadores para impactar e gerar resultados para pessoas e clientes.

O primeiro passo para ser um empreendedor protagonista é focar no que se tem controle e, mais importante que falar, é fazer.

Outra questão importante é buscar ser verdadeiro nas relações que se constroem com os clientes: tudo o que se é prometido tem que ser entregue com muita qualidade, com muito valor.

Listei abaixo algumas reflexões importantes para que possamos pensar juntos:

FOCO NO QUE E IMPORTANTE

Tirar o negativismo, dispersão de atenção é uma das premissas para quem quer focar em novos projetos. Na era da conectividade e velocidade, há estímulos por toda parte. Não controlar as coisas mínimas, como as notificações do celular, pode nos tornar escravos da falta de foco.

O foco dá energia para fazer mais. Um empreendedor com mentalidade protagonista é aquele que age com eficácia em suas ações, ou seja, cumpre suas metas e objetivos planejados com qualidade e êxito. Para isso, não se trata apenas de priorizar algo.

O foco exige que se diga “não” para dezenas de outras coisas que se encontra pelo caminho.

FAZER E COMPARTILHAR O QUE GOSTA

Quem me acompanha já deve ter visto a quantidade de conteúdos relacionados a esse assunto. A filosofia japonesa Ikigai que significa “sua razão de viver” traz importantes contribuições para o empreendedor protagonista. É quando se descobre o motivo que nos faz levantar da cama todos os dias.

Ao unir 4 pontos a seguir, baseados nesta filosofia, encontramos nosso Ikigai: o que você ama,  o que o mundo precisa, o que você gosta e sabe fazer e aquilo que existe demanda (os clientes estão dispostos a pagar). Se ainda não descobriu a sua, eu tenho um curso sobre esse assunto, que você pode fazer agora (você pode conferir mais detalhes desse curso aqui).

NÃO ENTRAR NA CORRIDA DO RATO

Chamo de “corrida do rato”, aquela busca da felicidade em algo fora. O empreendedor protagonista faz parte do grupo de pessoas que são gratas e felizes. Essas alcançam o sucesso que buscam. Já quem fica esperando algo fora para complementar o vazio exterior, pode estar em uma furada.

QUAL O “ISMO” VOCÊ QUER PARA SUA VIDA?

Tenho provocado as pessoas desde o início da pandemia, a repensarem sobre quais os caminhos elas escolheram para viver a crise: Vitimismo, Oportunismo ou Protagonismo?

O vitimismo é aquela posição de quem apenas reclama. Há um certo comodismo no ato de reclamar, já que, nessa posição, sempre justifica-se a falta de oportunidades pela ausência de atitudes em decorrência das adversidades.

No oportunismo, há a escolha pela opção de se aproveitar dos demais, justificando-se aproveitar-se dos demais para tomar determinadas atitudes.

Já no protagonismo, a escolha é ser a cada dia, 1% melhor.

Qual sua escolha?

Autor(a)

Marcelo Pimenta

Marcelo Pimenta

Unindo as competências de comunicador, professor e empresário, é um dos pioneiros da Internet no Brasil, com 20 anos de experiência como empreendedor digital.Professor da ESPM/SP, responsável pelas disciplinas de Gestão da Inovação e Design Thinking, onde é reconhecido pela criatividade em sala de aula, sempre criando novas formas de aprender e ensinar.

Relacionados

Pedras que rolam não criam musgo

20 tendências para inovação nos negócios pós-coronavírus

Ideias para inovar na pandemia: o futuro já começou

Pós-pandemia: o intraempreendedorismo pode impulsionar a inovação nas empresas

O perfil do profissional no pós-coronavírus

Ikigai: É possível encontrar oportunidade em meio ao caos?

EAD obrigatório: a pandemia revolucionará métodos?

Superar a crise: Encontre oportunidades nas adversidades