Página Principal Revista EBS

Setor de eventos se considera preparado para o retorno das atividades, aponta pesquisa

Foto: Pixabay
Pesquisa aponta positividade entre os fornecedores do setor de eventos

Publicado em 07/06/2021

Um ano e três meses após a paralisação das atividades, as idas e vindas dos programas de flexibilização turvam a capacidade de uma análise da atual situação do setor de eventos.

Tentando “clarear” esse panorama, a ABEOC Brasil realizou, de 12 a 30 de maio, pesquisa via Internet, abertas a profissionais e empresas associados ou não à entidade.

Um total de 146 pessoas responderam “COMO ESTÁ A RETOMADA DOS EVENTOS NA SUA CIDADE? ” As respostas vieram de 15 unidades federativas, incluídas nas regiões Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul.

Desses, 71,92% disseram que eventos estão proibidos e 28,08% apontaram alguma flexibilização.

Pequenos eventos e reuniões familiares/sociais foram maioria, com 35%.

Sobre o número de público permitido, as respostas variaram entre número de pessoas e o percentual de capacidade dos eventos. Foram maioria as respostas de zero a 50 pessoas (41%) e 40% da capacidade (35,20%). Apenas 17% dos respondentes apontaram eventos com mais de 200 pessoas e 5,88% uma capacidade de 70%.

Confiança nos protocolos sanitários

Em outro questionamento foi solicitado que os participantes avaliassem, numa escala de 0 (zero) a 10 (dez), sendo zero muito ruim e dez muito bom, qual o nível de comprometimento de profissionais de evento e público em relação aos protocolos sanitários.

Confiando na possibilidade de uma retomada, 64,28 dos respondentes indicaram níveis de 8 a 10. Apenas 3,97% das respostas apontaram avaliação zero-muito ruim.

No complemento a algumas respostas, os participantes se mostraram preocupados com a ocorrência de festas clandestinas (o que demonstraria o descaso de parte da população) e reafirmaram sua confiança na segurança dos protocolos sanitários do setor.

A ABEOC Brasil, em conjunto com a UBRAFE, a ABRACE e o SINDIPROM SP, produziram, há um ano, um protocolo sanitário para o setor que foi avalizado pelo corpo clínico do Hospital das Clínicas de SP.

O documento foi escolhido, inclusive, para servir de base para a realização dos eventos-teste anunciados pelo Governo de São Paulo como prévia para a retomada.

Ampla participação de segmentos

Os participantes também foram arguidos sobre o segmento aos quais pertencem:

  • Organização – 43,15%
  • Cenografia – 7,53%
  • Promoção – 5,48%
  • A&B – 2,74%
  • TI – 2,74%
  • Outros – 34,93%

Os segmentos citados espontaneamente dentro da categoria OUTROS são:

Divulgação; mobilidade corporativa; montadora; promoção; equipe; infraestrutura para eventos; audiovisual; comunicação visual; chácara para eventos; promoção e organização; produção cultural; produções artísticas e musicais; casa de festas; fotografia e filmagem; buffet; guias de turismo; lembranças e convites; cerimonial; entretenimento; pirotécnico, montagem de estruturas; sonorização e DJ; decorações; agência de turismo; fornecedor de coco sem casca; gastronomia; assessoria; e fabricação de displays e expositores.

Acesse a pesquisa completa

Fonte: Assessoria

Relacionados

ABCR promove evento gratuito sobre o Dia de Doar 2021

Por que a retomada ainda não decolou?

Inovações da área de recursos humanos

Mercoagro é adiada para setembro de 2022

Quanto mais tecnologia, mais humanos precisamos ser

Plataforma pioneira em metaverso será apresentada no Futurecom

Feira EBS 2021 abre credenciamento

Uma das maiores feiras de estética da América Latina está de volta