Página Principal Revista EBS

10 Principais Tendências Globais de Consumo 2021

tendência consumidor 2021 -
Foto: rawpixel.com/Freepik
As tendências que definirão o comportamento do consumidor para impulsionar o crescimento em 2021 e nos anos seguintes.

Publicado em 27/01/2021

Em recente pesquisa a Euromonitor, líder mundial em pesquisa estratégica de mercado, fez um levantamento sobre as tendências globais de consumo para o ano de 2021.

O ano de 2020 não foi nada do que planejávamos. Enquanto o mundo vai se recuperando das feridas abertas, é crucial que as empresas entendam o comportamento do consumidor para impulsionar o crescimento em 2021 e nos anos seguintes.

A Revista EBS fez um apanhando dos principais pontos levantados no relatório:

  • 1- RECONSTRUIR MELHOR
    Uma segunda oportunidade para criar um futuro melhor

Não focar apenas na receita. A partir da COVID-19, aumentou a expectativa de que as empresas devem proteger a saúde e os interesses da sociedade e do planeta, a fim de Reconstruir Melhor.

É dever da empresa colaborar para a criação de um mundo mais sustentável, promovendo a mudança de uma economia baseada em volume para uma baseada em valor, contribuindo para a solução da desigualdade social e dos danos ambientais.

Os consumidores passaram a esperar que as marcas protegessem a saúde e o bem-estar de seus colaboradores e ajudassem as comunidades locais.

Ao Reconstruir Melhor, os consumidores escolherão marcas que ajudem a fazer do mundo um lugar mais limpo, saudável, resiliente e justo.

  • 2 – DESEJO DO CONSUMIDOR POR CONVENIÊNCIA
    Da disponibilidade em tempo integral às experiências planejadas

Os consumidores sentem falta das comodidades que passavam despercebidas antes
do abalo pandêmico.

As empresas devem rapidamente adaptar suas operações, provendo ao cliente uma experiência mais resiliente com tanto que preserve a conveniência. As empresas devem manter a agilidade e a continuidade da jornada de compra em todos os canais.

  • 3 – OÁSIS AO AR LIVRE
    Locais abertos são refúgios para os consumidores confinados

Com a adoção de medidas sanitárias estritas, a realização de eventos ao ar livre passou a ser uma tendência, para que o consumidor se sinta mais seguro e à vontade fora de casa.

  • 4 – O CONSUMIDOR QUER REALIDADE FIGITAL
    Quando os mundos físicos e digital se encontram

Os consumidores poderão se conectar com o mundo “lá fora” estando em casa, e voltarão ao mundo exterior quando as economias reabrirem.

Na Realidade Figital (mundo físico e virtual juntos) os consumidores podem viver,
trabalhar, fazer compras e se divertir, fisicamente e online.

O uso de tecnologias como videoconferência, aparelhos inteligentes, realidade aumentada
(RA) e realidade virtual (RV), os consumidores criaram novos hábitos de trabalho, estudo, prática de exercícios, compras e socialização. Estas ferramentas digitais viabilizaram a Realidade Figital, que mantém os consumidores conectados virtualmente ao mundo exterior apesar da distância física.

REALIDADE FIGITAL: PERSPECTIVAS

A busca por conveniência e entretenimento, faz com que os consumidores
sigam novos hábitos e participem cada vez mais de eventos e interações virtuais.

As ferramentas virtuais serão fatores determinantes nas operações.

A integrar do virtual e o físico será essencial para que os consumidores se mantenham conectados aos eventos.

O oferecimento de experiências seguras e incríveis são ingredientes para a fidelidade do cliente.

  • 5 – OTIMIZANDO O TEMPO DO CONSUMIDOR
    A nova flexibilidade potencializa as agendas

Como dar conta de tudo que é oferecido?
Os consumidores devem ter criatividade para conseguir gerenciar o tempo e cumprir com todas as atividades.

Cabe às empresas propor soluções que atendam à otimização do tempo dos clientes, oferecendo uma maior flexibilidade.

E cabe ao consumidor redefinir as prioridades em suas vidas pessoal e profissional para
obter maior flexibilidade.

OTIMIZANDO O TEMPO: PERSPECTIVAS

A Otimização do Tempo é uma das tendências em alta, uma vez que o tempo em casa fico maior e o tempo em viagens menor.

As empresas devem ser vistas como parceiras que ajudam os consumidores a se adaptarem, com a programção de atividades de forma não convencional, onde o importante é a atender as especificidades de cada agenda.

Nesse novo modelo, a empresa terá um grande potencial se disponibilizar seus produtos/serviços 24 horas por dia, para que o cliente possa acessar quando melhor couber em sua agenda.

  • 6 – INQUIETOS E REBELDES
    O povo contra os políticos

Os consumidores desconfiam de suas lideranças.
Depois de sofrer com a expectativa não atendida, os consumidores estão colocando suas
necessidades e desejos em primeiro lugar.

A fim de atender pegar carona nessa tendência, as empresas podem realizar ações de marketing mais precisas nas redes sociais, para dar voz aos consumidores e pressionar as plataformas a combaterem as notícias falsas e a desinformação.

  • 7 – OBSESSÃO POR SEGURANÇA
    As novas prioridades são segurança e higiene

A Segurança é o novo movimento pelo bem-estar.
Os consumidores buscam soluções que não requerem contato físico a fim de evitar a exposição.

A implementação de inovações e medidas que garantam a diminuição de riscos de contágio devem ser pensadas pelas empresas.

O hábito de lavar as mãos com mais frequência e usar máscara fazem parte da rotina.
Fazem parte dos padrões de segurança a origem e da entrega dos produtos e serviços.
O pagamento sem contato é uma tendência, pois assim evita lidar com dinheiro sujo.

  • 8 – ABALADOS E REFLEXIVOS
    Superando as adversidades

A pandemia global veio testar o limite das pessoas, limitando suas experiências e provocando choques econômicos.

Sendo assim, o papel das empresas é fornecer produtos e serviços que auxiliem na
promoção da resiliência e do bem-estar psicológico e ajudem os consumidores a lidarem com circunstâncias adversas e conquistarem autoconfiança.

Agora, os clientes focam seus investimentos em habilidades e produtos duráveis que desenvolvam sua resiliência.

A ameaça do desemprego e orçamentos mais apertados levou os consumidores a escolher produtos e serviços que possam ajudá-los a encarar crises e eventos radicais no futuro.

  • 9 – A ORDEM É PECHINCHAR
    Pensando com uma mentalidade de recessão

O cenário econômico levou o consumidor a ter mais cutela em seus gastos.
A Ordem é Pechinchar e priorizar produtos e serviços de valor agregado e alinhados às medidas sanitárias vigentes.

As empresas devem propor o valor para o dinheiro do cliente, oferecendo opções acessíveis sem redução da qualidade.

  • 10 – NOVOS ESPAÇOS DE TRABALHO
    Recriando o ambiente do escritório à distância

O tal do “fora do escritório” é uma tendência que veio para ficar. E com ela trouxe um grande impacto na vida de todos, influenciando vestuário, gastos com tecnologia, hábitos
alimentares e muito mais.

Há uma busca por novas alternativas para definir o início e o fim da jornada de trabalho, que possam caber dentro do cronograma.

É importante que as empresas apoiem o o equilíbrio entre vida pessoal e profissional,
atender às necessidades de produtividade e de comunicação.

Ao compreender e estimular os benefícios do trabalho remoto, as empresas podem incentivar as melhores práticas no home office.

Fonte: Euromonitor.
Acesse o relatório completo: Euromonitor.

Ainda:


Relacionados

CMO Summit reúne os principais nomes do marketing

Indústria de feiras encolheu 68% em 2020, segundo estudo

WTM Latin America 2021 anuncia nova data

Presidente da AMPRO, Alexis Pagliarini, é jurado no NewYork Festivals AME Awards 2021

Nova data: ABRIN 2021 – Feira Internacional de Brinquedos

Pesquisa realizada pela Associação Global de Viagens de Negócios prevê cenário do setor nos próximos meses

Rio de Janeiro - Carnaval -Foto: Pat Scrap/Pixabay

Carnaval 2021 no Rio de Janeiro é cancelado

Plataforma Convenção de Vendas Neslté 2021 - Foto: Divulgação/ Assessoria

Convenção de Vendas Nestlé 2021 é realizada através de plataforma virtual