Página Principal Revista EBS

Tecnologias que devem despontar com o coronavírus

Foto: Funky Focus / Pixabay
A adesão a soluções consideradas novas terá um aumento cada vez maior e deve permanecer após o fim da crise

Publicado em 08/05/2020

A tecnologia está desempenhando um papel fundamental para o enfrentamento do novo coronavírus. A pandemia fez com que a inserção de soluções tecnológicas em nosso cotidiano fosse acelerada. Elas se mostraram essenciais para ajudar no combate à Covid-19 e serão grandes aliadas para a retomada das atividades econômicas e sociais.

A maioria das soluções já existiam, mas o novo coronavírus revelou quais tecnologias estão sendo eficazes e quais devem ter sua utilização ampliada após a crise.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os efeitos desta pandemia devem durar por mais dois anos, pois é o tempo que se calcula para o surgimento de uma vacina contra o vírus. Isso significa que os países devem alternar períodos de abertura e isolamento durante esse período que as medidas que vêm sendo tomadas serão permanentes.

Futuristas internacionais dizem que o novo coronavírus moldará o futuro da vida cotidiana, incluindo a aceleração de grandes mudanças já em andamento, como o trabalho remoto, a educação a distância, a busca por sustentabilidade e a cobrança, por parte da sociedade, para que as empresas sejam mais responsáveis do ponto de vista social.

Diversas tecnologias estão sendo utilizadas mundo afora para combater a pandemia de Covid-19. Algumas delas ainda são novas e restritas a determinados países, mas mostram-se úteis para oferecer serviços globalmente. Enquanto isso, outras soluções mais conhecidas no mercado vêm ganhando importância em meios às precauções necessárias para conter o avanço da doença.

ideias lista
Foto: Athree23 / Pixabay

Listamos algumas tecnologias que ganharam destaque durante o combate ao novo coronavírus e que devem permanecer no mundo pós-pandemia.

Impressoras 3D

Elas ajudaram a salvar vidas em hospitais pelo mundo, graças a impressão de válvulas para respiradores. Aqui no Brasil, surgiram diversas iniciativas individuais e em grupos para solucionar o problema da falta de materiais de proteção. Projetos têm surgido para desenvolver esses produtos a partir de impressoras 3D e acelerar a confecção de protetores faciais e ventiladores mecânicos.

Big data

A tecnologia faz uma análise de dados originários de redes sociais ou dados disponibilizados digitalmente por órgãos públicos, por exemplo, para encontrar padrões de comportamento para monitorá-los e ajudar na tomada de decisões. Tem sido muito importante para entender e prever os movimentos do vírus. Cruzando por exemplo, a geolocalização dos infectados com a lista dos contatos deles no período de incubação, é possível determinar quem está correndo um risco mais ou menos elevado de contaminação. Seu uso deverá ser ampliado e cada vez mais adotado pelas empresas como uma poderosa ferramenta de análise.

Blockchain

Empresas como IBM e EY já desenvolvem projetos de blockchain para ajudar de diferentes formas no combate à pandemia do Covid-19, ampliando sua utilização para além da finalidade de proteção econômica. Especialistas por trás dos projetos dizem que a tecnologia pode ser uma maneira eficiente de conectar prestadores de serviços de saúde que precisam de equipamentos médicos a fornecedores globais que não encontrariam por conta própria. Isso traz nova possibilidades para a utilização de blockchain no futuro.

Robôs e drones

Até pouco tempo vistos apenas como brinquedos de gente grande, os robôs e os drones se mostraram grandes aliados na realização de entregas sem contato, segurança e monitoramento de populares nas ruas, transporte de amostras, realização de imagens térmicas, pulverização desinfetante e na execução de funções básicas de diagnóstico, com o objetivo de minimizar o risco de infecção cruzada.

Chatbots

Muito utilizado para esclarecer os usuários sobre dúvidas e obter orientação sobre a doença, o mesmo recurso também vem sendo empregado em canais de comunicação de agências de turismo e companhias aéreas.

Terminais biométricos

Oferecidos por empresas especializadas em identificação biométrica, os mecanismos de detecção dos sintomas de coronavírus são capazes de rastrear a doença por meio de reconhecimento facial. O equipamento também faz a aferição de temperatura que pode ser realizada por detecção de palma da mão à distância. A tecnologia que por enquanto, está sendo utilizada apenas em fábricas poderá ser encontrada em breve em eventos, por exemplo.

Aplicativo para atendimento remoto

Usado para identificar documentos, colher assinatura e produzir prova de vida apenas com a câmera do smartphone, a solução pode ajudar no atendimento de atividades de órgãos públicos e instituições financeiras que tiveram a suspensão ou redução no atendimento.

Acompanhe também: Como manter produtividade no Home Office?

Shopstreaming

Com a explosão de lives, principalmente no Instagram, aumentaram também as vendas pela Internet. Uma junção da rede social com o antigo ShopTime, o canal passou a ser uma opção também para lojas que até então se valiam apenas do local físico.

Plataformas de educação a distância

Com o confinamento, a busca por conhecimentos está em alta, por isso daqui para frente a educação a distância, será um canal cada vez mais em expansão. Junto com o crescimento desse meio de atualização, os mentores virtuais ganharão espaço nesse mercado e junto com eles devem surgir novas plataformas ou serviços que conectam mentores e professores a pessoas que querem aprender sobre diferentes assuntos.

Cloud computing e Edge computing

Com a intensificação do home office a tecnologia chamada de computação em nuvem permite o uso remoto de recursos da computação por meio da conectividade da Internet com segurança, eficiência e produtividade. Na nuvem, os funcionários podem acessar todas as informações de qualquer dispositivo (computador, notebook, tablet, smartphone) conectado à Internet.

Leia mais:

Relacionados

WTM-LA 2021 foi adiada para 23 a 25 de junho

She’s Tech Conference – evento brasileiro de mulheres na tecnologia – traz integrantes do Internet Hall of Fame

Os testes rápidos podem ajudar na retomada dos eventos presenciais?

expo retomada

O retorno da indústria de Eventos no Brasil

O primeiro dia da Expo Retomada no São Paulo Expo

“O pós-crise dos eventos” é tema na Expo Retomada

Grande São Paulo e outras 5 regiões entram na fase verde, com a liberação dos eventos

O Futuro dos Eventos no Brasil será tratado na Expo Retomada